Vendas de materiais de construção crescem 11,46% em um ano

Relatório sobre o mês de fevereiro aponta também que vendas de materiais de acabamento superaram aquelas de itens básicos.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

As vendas de materiais de construção registraram aumento de 11,46% em fevereiro na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou nesta terça-feira, dia 22, a associação que representa o setor no país, Abramat.

Já em relação ao mês imediatamente anterior, houve expansão de 5,52% na comercialização dos insumos, após leve queda apurada em janeiro ante dezembro. “Em janeiro, as compras se reduziram em função da queda típica do consumo no período”, afirma o presidente da Abramat, Melvyn Fox, em nota. “A tendência de crescimento deve acentuar-se nos próximos meses”, disse ele.

No mês passado, as vendas de materiais de acabamento superaram aquelas de itens básicos, com crescimentos de, respectivamente, 19,29% e 2,98% sobre o ano anterior. “É provável que o comportamento se equilibre entre os materiais de base e acabamento nos próximos meses. Esse crescimento maior da indústria de acabamento está associado ao avanço das obras iniciadas na fase de elevado crescimento do setor, antes da crise”, assinala Fox.

No bimestre, o varejo de materiais de construção acumula alta de 6,35% sobre os dois primeiros meses de 2010, segundo a Abramat. A entidade estima para o fechado deste ano crescimento de 9% no faturamento do setor.

“O desempenho continua alinhado com o crescimento da construção civil, sustentado pelas medidas de incentivo ao setor como ampliação do prazo de desoneração do IPI [Imposto sobre Produtos Industrializados], avanços das obras dos programas habitacionais e de infraestrutura, expansão do crédito imobiliário e aumento da renda média das famílias”, afirma Fox.

A entidade informou ainda que, em fevereiro, o número de empregos gerados na indústria de materiais aumentou 9,32% na relação anual.

Informações de portal Terra

FOTO: ilustrativa / correiodoestado

Compartilhar

Projeção de crescimento do PIB cai de 4,10% para 4,03%

Avançar »

Prévia da inflação oficial do governo desacelera em março

Um comentário

  1. 8 de agosto de 2011

    Este é realmente um bom blog com grande post, eu realmente gostaria de continuar lendo aqui. Obrigado por este belo artigo, informações valiosas para todos e claro que vou recomendar aos meus amigos para ler este, com certeza.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*