• Visualizações 417

Comusa lança vídeo que ensina a montar uma cisterna caseira

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Facebook)

 Iniciativa é inspirada no projeto Guarde a Chuva que entregou mais de 70 cisternas em escolas de Novo Hamburgo.

Presente em 70 escolas do Município, o projeto Guarde a Chuva trabalha de forma educativa com a ideia de reaproveitar a água da chuva em cisternas para utilização em tarefas do dia a dia, como limpeza do pátio e para molhar as plantas, evitando o desperdício de água tratada. Com o interesse da população pela iniciativa, a Comusa – Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo lança nesta quarta-feira (5) um vídeo ensinando como fazer a sua própria cisterna em casa. Em apenas 3 minutos, você vai aprender quais são os materiais necessários e o processo de montagem, de forma simples e com o menor gasto possível.

“O Guarde a Chuva teve um grande destaque na nossa gestão. Desde que assumimos a Comusa, o projeto produziu e entregou mais de 50 cisternas a escolas de Novo Hamburgo, um aumento de 200% desde 2017. No ano passado, ele foi um dos finalistas no prêmio Cases de Saneamento da ONU, e a população tem mostrado um enorme interesse pela iniciativa. Essa é uma forma simples e clara de explicar esse procedimento para que qualquer um possa montar uma cisterna em casa”, destaca o diretor-geral da Comusa, Márcio Lüders.

Ele ainda aponta que o recente período de estiagem enfrentado em todo o Estado torna ações como essa ainda mais importantes. “Estamos trabalhando na conscientização da população para o uso racional de água tratada e essa é uma forma da comunidade utilizar a água da chuva, que seria perdida, para essas tarefas diárias, ajudando a evitar o racionamento.”

O vídeo pode ser assistido na página oficial da Comusa.

Cisterna caseira

Confira os detalhes e materiais do que você vai precisar para fazer a sua cisterna em casa:

– Bombona de 200 litros

– 3 metros de tubulação de 75mm

– 1 joelho de 90° de 75mm

– 1 Te de 75mm

– 1 adaptador de caixa d’água de 3/4

– 1 registro de 3/4

– 1 pedaço pequeno de tela mosqueira

– 1 Cap de 75mm

* Quando o vídeo cita o termo “bolsa”, se refere ao procedimento de esquentar o cano para moldar ele no formato necessário para se encaixar. A dica dos nossos técnicos é, ao realizar a moldagem, cobrir a parte que onde o cano com bolsa irá se encaixar com um saco plástico, para garantir que o molde encaixe corretamente.

** A parte que servirá como separador de primeira água pode ser feito apenas com um cap e um furto no meio ou, a versão mais completa, que utiliza uma tampa de detergente líquido, que torna mais fácil a limpeza do local.

Quaisquer dúvidas sobre o processo de montagem, você pode entrar em contato diretamente pelo email socioambiental@comusa.rs.gov.br.

 

 

Compartilhar

Grêmio é superado pelo Aimoré

Avançar »

Veículos roubados são recuperados pela Guarda Municipal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*