• Visualizações 589

Novo Hamburgo recebe espetáculo ‘Circo de Horrores e Maravilhas’ em setembro

Sesc promove espetáculo teatral nos dias 04 e 05 de setembro, com entrada franca, no Salão de Atos da Universidade Feevale

 

Resgatando a prática grotesca dos circos de horrores antigos como forma de uma crítica social moderna, o grupo Oigalê vem a Novo Hamburgo com o espetáculo “Circo de Horrores e Maravilhas”. As apresentações acontecem no Salão de Atos da Universidade Feevale, nos dias 04 e 05 de setembro, com entrada franca, mediante agendamento prévio junto ao Sesc até o dia 30 de agosto pelo telefone (51) 3593-6700. A atração é uma promoção do Sesc/RS, em parceria com a Universidade Feevale. Mais informações no site www.sesc-rs.com.br/novo_hamburgo e na página www.facebook.com/sescnovohamburgo.

O espetáculo reflete sobre a exclusão, de uma forma divertida e poética. A barbada, a gigante, as siamesas, são algumas das atrações internacionais que descortinam suas histórias. Mulheres que evidenciam a superação de dificuldades, frequentemente vividas por aqueles que não se enquadram nos padrões de normalidade impostos pela sociedade. O texto foi inspirado em casos verídicos. As “grandes diferenças” são mostradas como metáforas da intolerância às pequenas diferenças, existentes em diversos âmbitos da sociedade e que ainda prevalecem pelo mundo inteiro. A classificação etária é livre.

Sobre o Arte Sesc – Cultura por toda parte – Criado pelo Sistema Fecomércio-RS em 2007, o programa reúne todas as atividades culturais desenvolvidas pelo Sesc no Rio Grande do Sul, entre teatro, música, artes plásticas, literatura e cinema. Além de promover uma intensa troca de experiências e ampliar o acesso à produção artística, o Arte Sesc busca ser reconhecido como promotor de ações culturais no Estado, sendo elas não só apresentações artísticas, mas também de caráter formativo e educacional, orientadas por três eixos: transversalidade, diversidade e acessibilidade.

Compartilhar

Inter bate o Paraná nos minutos finais e entra na briga pela liderança

Avançar »

Pesquisadora de 18 anos ganha medalha de bronze em Feira de Ciências na China

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*