• Visualizações 847

Escola Integrada celebra 20 anos de inclusão do Boa Saúde

A comunidade do bairro Boa Saúde comemorou no sábado, dia 24 de outubro, um momento especial. Junto ao projeto Escolas Integradas nos Bairros, os moradores celebraram os 20 anos de inclusão do bairro a Novo Hamburgo. A atividade foi realizada junto a Escola de Educação Infantil Floresta Encantada e levou serviços e entretenimento para os presentes durante a manhã e a tarde. Em frente a escola foi instalado um grande espaço coberto, um palco e estandes com diversas atrações. “Este é um momento importante para Novo Hamburgo. A data de 20 anos celebra uma conquista da comunidade que é poder se sentir pertencendo a uma grande cidade e dela poder desfrutar, acima de tudo dos serviços”, citou o prefeito Luis Lauermann. “Aqui tivemos também grandes conquistas nos últimos anos, como com a inauguração da nova escola de Educação Infantil e a Unidade de Saúde da Família”, lembrou durante seu discurso.

 

No palco, autoridades também ressaltaram a importância das mobilizações comunitárias, que fazem a cidade crescer e se desenvolver. Entre eles estava Paulo Renato Weber de Lima, que fez parte da comissão de anexação do bairro, há 20 anos. “Participei como secretário daquele momento marcante. Hoje vemos que foi um grande acerto”, apontou. O vereador Enio Brizola, morador do bairro, também destacou os eventos que têm relembrado o fato histórico. “Todos aqui estão de parabéns”, citou.

Serviços e atrações

O palco montado para a festa recebeu várias atrações. Durante a manhã, um dos momentos mais aplaudidos foi a apresentação do recém-criado grupo de danças nativistas da EMEI Floresta Encantada: O Gurizada Encantada. Conforme a diretora Neide Vargas as crianças e os pais já estão se mobilizando em ações entre amigos para bancar as pilchas dos pequenos. “Saudamos aqui a participação de todas as escolas da região e também o trabalho feito pelas crianças e professores. Esta é uma atividade muito especial para todos”, apontou. As famílias, além das apresentações musicais, também tiveram a sua disposição a feira de adoção do Centro Municipal de Proteção aos Animais (Cempra), a exposição do trabalho da Guarda Municipal (GM), brechós, estandes com vendas de livros, serviços como corte de cabelo, pintura de rosto, pedicure e manicure e orientação jurídica. Quem aproveitou foi Leandro Rossato, 32, sua esposa Fátima Helena Rossato, as gêmeas Clara e Sofia, de um ano e três meses, e o filho mais velho, Carlos, de 6 anos. “Muita boa a atividade e o Carlos aproveitou para cortar o cabelo”, ressaltou Leandro.

 

Fotos: Robson Nunes

Compartilhar

Em assembleias pelo país, bancários avaliam hoje proposta de reajuste de 10%

Avançar »

OMS adverte: consumo de embutidos aumenta riscos de câncer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*