• Visualizações 497

No Brasil, taxa de mortalidade infantil cai 75% desde 1990

Em 2012, taxa de mortalidade infantil foi de 13 acada mil nascidos vivos. Informações são de relatório da ONU divulgado nesta sexta-feira, dia 13.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A taxa de mortalidade infantil no Brasil caiu 75% entre 1990 e 2012, de acordo com relatório da ONU divulgado nesta sexta-feira, dia 13. Se, em 1990, o país registrou 52 mortes de crianças a cada mil nascidos vivos, em 2012, a taxa foi de 13 mortes a cada mil nascidos vivos.

A mortalidade infantil considera os óbitos de crianças com menos de um ano de idade. Os dados são de estudo realizado com a colaboração da Unicef, da Organização Mundial da Saúde – OMS e do Banco Mundial.

Levando em conta a mortalidade de crianças de até 5 anos no país, a queda de 77,4%. Em 1990, essa taxa era de 62 mortes a cada mil nascidos vivos, caindo para 14 mortes a cada 1000 nascidos vivos em 2012.

Já a mortalidade neonatal, que corresponde às mortes ocorridas nos primeiros 28 dias de vida do bebê, também teve queda, ainda que um pouco menor: passou de 28 mortes a cada mil nascidos vivos em 1990 para 9 mortes a cada mil nascidos vivos em 2012, o que corresponde a uma diminuição de 67,8%.

No ano passado, 37 mil crianças com menos de 1 ano morreram no Brasil, segundo a ONU, número que chegou a 180 mil em 1990. Entre as crianças de até 5 anos, foram 42 mil mortes em 2012. Em 1990, o número tinha sido de 219 mil.

Informações de G1

FOTO: reprodução / eficacia.info

 

Compartilhar

Com temperaturas ultrapassando os 30ºC, venda de água cresce em 20% no Rio Grande do Sul

Avançar »

Receita Federal paga R$ 1,4 bilhão em restituições do IR nesta segunda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*