• Visualizações 946

Após incidente envolvendo leão marinho em Camboriú, especialista instrui banhistas

Animal foi visto no último sábado, dia 16 de março,  na cidade do Litoral Norte. Ele  levou cerca de  20 minutos até que retornasse até o mar.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A presença de elefantes-marinhos nas praias pode causar certas precauções para as pessoas que estiverem por perto. São necessários que certos cuidados sejam tomados para garantir que nem as pessoas e nem os animais acabem se ferindo.

O especialista em Oceanografia Biológica,André Silva Barreto, explicou os cuidados que as pessoas devem tomar caso se deparem, no litoral, com essa espécie ou com leões-marinhos, lobos-marinhos e todos os outros tipos de focas.

Barreto explicou que qualquer aproximação pode deixar o animal estressado, uma vez que este foi até a areia para descansar. Caso o bicho se sinta ameaçado pode morder as pessoas “Por isso, fique longe”, recomenda. Outro cuidado recomendado pelo especialista é manter o dobro da distância do tamanho do animal.

Dicas

1) Não há motivo para pânico. Animais como elefantes-marinhos não são agressivos e não atacam sem motivo.

2) Não toque no animal, ele não precisa de alimentos ou água.

3) Os órgãos competentes devem isola-lo, sem obrigar ele a ir até a água. Ele virá quando tiver vontade.

4) Quando se tratar de golfinhos, baleias e tartarugas o assunto é diferente. Geralmente, quando eles procuram pela praia estão com problemas.

Informações de Clickrbs.com.br

FOTO: Vilson Giraldi 

Compartilhar

Procon-SP: Itaú Unibanco lidera ranking de reclamações em 2012

Avançar »

60 minutos sem luz: Porto Alegre e Canoas já confirmaram participação no movimento Hora do Planeta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*