• Visualizações 746

Cesta básica de Porto Alegre sobe e é a segunda mais cara do país

Oito dos 13 produtos que compõem o índice subiram de preço. O aumento de 2,87% foi justamente pela alta da batata e do tomate, que subiram mais de 52,25% e 21,8%.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Porto Alegre tem a segunda cesta básica mais cara do País, a capital registrou aumento pelo terceiro mês consecutivo e em junho passou a custar R$ 280,26.

Os dados da pesquisa, realizada em 17 capitais do Brasil,  foram divulgados nesta quinta-feira, dia 05, pelo Departamento Intersindical de Estudos Econômicos, Sociais e Estatísticos – Dieese.

Conforme as informações, oito dos 13 produtos que compõem o índice subiram de preço. A técnica Daniela Sangio explicou que o aumento de 2,87% foi justamente pela alta da batata e do tomate, que subiram mais de 52,25% e 21,8%, respectivamente.

Daniela relatou ainda que o clima contribuiu para a alta da cesta básica. “As fortes chuvas na região Sudeste do País prejudicou a oferta desses dois produtos e a seca no Rio Grande do Sul fez com que a batata e o tomate aumentassem de preço”, esclareceu.

A cesta básica mais cara do Brasil é de São Paulo. O índice apontou que na capital paulista, o  conjunto de alimentos custa R$ 287,63. Outro dado interessante relatado na pesquisa é que os 13 itens que integram o kit equivalem a pouco menos de um salário mínimo: 48%.

Informações de Correio do Povo

FOTO: ilustrativa / noticias

Compartilhar

STF concede mais tempo de propaganda a partidos recém-criados

Avançar »

Agergs aprova o aumento do valor das passagens de ônibus intermunicipais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*