• Visualizações 470

Taxa básica de juros encerra o ano em 10,75%

Juros estão no mesmo patamar desde julho deste ano. Previsão do mercado é de que os juros terão de subir em 2011 para conter as pressões inflacionárias.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O Comitê de Política Monetária – Copom do Banco Central confirmou a expectativa do mercado financeiro ao manter a taxa básica de juros da economia brasileira inalterada em 10,75% ao ano na quarta-feira, dia 08.

Esse foi o terceiro encontro do Copom no qual a taxa fica estável – e o último sob o comando de Henrique Meirelles (foto), e também do governo Luiz Inácio Lula da Silva. Os juros estão no mesmo patamar desde julho deste ano.

A perspectiva de manutenção dos juros foi cristalizada após o próprio BC anunciar, na última semana, a elevação dos compulsórios e a conseqüente retirada de R$ 61 bilhões da economia. A medida contribui para pressionar para cima os juros bancários e conter o crescimento do crédito – um dos pilares do consumo e da inflação – e, com isso, evitar a necessidade de um ajuste mais rápido nos juros básicos da economia, definidos pelo Copom.

Apesar do aumento dos compulsórios, a previsão do mercado é de que os juros terão de subir em 2011 para conter as pressões inflacionárias. Até o momento, os economistas dos bancos estimam que a taxa básica começará a avançar em janeiro do próximo ano, já com Alexandre Tombini à frente da autoridade monetária, e que atinjam 12,25% ao ano no fim de 2011.

Informações de portal G1

FOTO: reprodução / Renato Araujo-ABr

Compartilhar

Inflação oficial fecha novembro com maior taxa mensal desde abril de 2005

Avançar »

Provas da OAB não serão corrigidas novamente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*