• Visualizações 524

Indústria da beleza segue crescendo

Produtos de higiene e cosméticos faturam R$ 25 bilhões por ano e alguns salões de beleza chegam a abrir aos domingos para atender a demanda.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Para os clientes, o importante é estar bem com o espelho. Quanto mais eles desejam, mais a indústria vende. Produtos de higiene e cosméticos faturam R$ 25 bilhões por ano.

Apenas na capital paulista, existem 45 mil salões de beleza. Mas nem todos abrem aos domingos. Um deles funciona há 34 anos e, em 2008, decidiu testar o novo horário por insistência das clientes e a iniciativa deu certo.

“Sempre tem esse movimento, às vezes até mais que sábado, das 9h às 20h. Enquanto tiver o último cliente, estamos abertos”, comenta o proprietário Ailton Gonçalves.

Durante a semana, Vitório Raimundo Silva dirige uma empresa de química e não sobra tempo nem aos sábados: “Como meu amigo se dispõe a trabalhar aos domingos, aproveito a oportunidade para ficar bonito”, diz.

No salão de Val Lima Souza, foi preciso limitar a quantidade de clientes aos domingos. São tantas mulheres querendo hidratação, escova e corte que o lugar fica cheio.

Para ser atendida, a assistente técnica Sirléia Ribeiro da Silva já chegou a esperar quatro horas: “Se eu vier no meio da semana, está lotado, até terminar eu vou dormir tarde e não fiz nada em casa”.

Em todo país, cerca de dois milhões de pessoas trabalham em salões de beleza. O número é quase o mesmo que o de professores e três vezes maior que o número de bancários.

Informações do portal G1.

FOTO: reprodução / G1

Compartilhar

Suspeita de bomba mobiliza Gate em Porto Alegre

Avançar »

Índice de Confiança do Consumidor reduz ritmo de crescimento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*