• Visualizações 1544

Dia dos Pais

Estive com o meu pai emprestado, o Nilo, e foi incrível passar horas conversando com uma pessoa culta, calma e otimista como ele; são 80 anos bem vividos e 40 deles como meu amigo e pai emprestado. 40 anos são uma vida e este também é o tempo que faz desde que meu pai sanguíneo partiu, encerrando sua encarnação.

Estive pouco tempo com papai Helvino, tinha 14 anos e nesta idade, guri algum se apega aos sentimentos que hoje guardo a sete chaves, do lado direito do meu coração, mas era o tempo que ele teve e mesmo assim, eu o amo muito, como muito amo o Nilo. Sinto a falta dele e com a maior certeza sei que está em processo evolutivo, se preparando para longa jornada porque assim quer o Pai Maior.

Tenho outros pais, como o João Grub, que sempre que pode me recebe e aconselha; aliás, a esposa dele, a Inês, também é importante para mim. Tenho também uma incrível consideração ao Dr. Myron Saling, lá de Curitiba, que há 25 anos me recebe em sua casa e empresa. Adoro-o como adoro sua esposa, D. Teresa; esta diz que sou o sétimo filho.

Poderia citar mais nomes, mas fica na minha memória porque quero – humildemente – agradecer a todos os pais por ajudarem a nós, seus filhos, nas nossas encarnações e evoluções. Sem a presença deles nada aconteceria; a união de um pai e de uma mãe cria o corpo físico que envolve os espíritos, possibilitando as encarnações. Obrigado, pais.

O Dia dos Pais é um dia importante e mesmo que muito visado pelo comércio, jamais podemos esquecer o verdadeiro sentido. Neste domingo, dia 12 de agosto, estou indo a Torres e passar o Dia dos Pais com o meu pai Nilo, porque ele merece, porque ele é importante, porque ele – afinal – é o meu papai.

Sou pai, tenho orgulho de sê-lo e amo de paixão meus filhos; o que sinto transcende meu corpo, ultrapassa meu espírito e vai às raízes da minha origem e, mesmo sabendo que aqui estou para evoluir, aprendendo e sendo responsabilizado por tudo o que fiz e deixei de fazer, adoro ser pai. Quando escuto a voz de uma criança dizendo “papai” me emociono a tal maneira que fico arrepiado (risos).

Fico triste, por outro lado, com as relações que muitos casais fazem ao se separar, colocando os filhos contra o pai. É uma situação de baixa categoria e somente quem passou ou passa por isto pode entender o que é amar seus filhos e não poder estar com eles.

Feliz Dia dos Pais a todos os papais deste Brasil, e peço ao Pai Maior que sempre nos abençoe, iluminando nossos caminhos e que todos possam ser felizes, principalmente no nosso dia.

FOTO: ilustrativa / katu.com

Compartilhar

Quero fazer implantes, mas descobri que não tenho osso suficiente, e agora?

Avançar »

Previsões de 13 a 19 de agosto pelo Campo Magnético

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo
home_central_vertical