• Visualizações 1252

Festa Nacional do Calçado encerra com clima de satisfação

Em 10 dias, mais de 100 mil pessoas passaram pelos pavilhões da Fenac; expositores receberam visitantes de diversas partes do Brasil e do mundo, com vendas ultrapassando 180 mil pares de calçados.

Mônica Neis Fetzner monica@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

De acordo com expositores e responsáveis pela organização, há uma palavra que define a Festa Nacional do Calçado 2010: satisfação.

De 03 a 12 de setembro, mais de 100 mil pessoas passaram pelos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo, onde mais de 300 expositores formavam um verdadeiro shopping de ofertas.

Leia Mais

Festa Nacional do Calçado recebe com honras visitante de número 100 mil

Diovano Klein, da Comline’s – distribuidora Tramontina em Novo Hamburgo – considerou a semana que passou surpreendente. “O movimento foi muito bom. Durante a semana, os clientes parecem ter mais tempo e mais calma para olhar os produtos”, comenta.

A manhã chuvosa do sábado não preocupava Klein. “A feira é grande, e o movimento mesmo começa à tarde, depois do almoço”. Embora a Comline’s ainda não tenha apurado o resultado das vendas, Diovano já imagina. “Será melhor do que o ano passado.”

O clima é confirmado por Ederson Rorato, proprietário das lojas Hering de Novo Hamburgo. Participando pela primeira vez da Festa, suas vendas atingiram as expectativas. “Foi um desafio novo, uma experiência”, diz o empresário, que até então trabalhava apenas com lojas.

Como também é representante de calçados, Rorato costuma trocar experiências com diversos lojistas. “Pelo que conversei com os expositores, todos estão satisfeitos. A vinda para a feira somou bastante em vários sentidos.”

Rorato conta que procurou conversar com os clientes de seu espaço na feira, para saber de onde vêm, conhecer seu público. Assim, notou uma grande quantidade de pessoas de fora da cidade entre os corredores do evento.

BUSCAS – Entre elas, estiveram três amigas que se deslocaram de Porto Alegre para conferir a diversidade da Festa.

Vânia Andrade, 55 anos, e Regina Pereira, 69, conheceram o espaço no sábado, dia 11. Ineida Andrade, 58, já conhecia a feira.

Vânia tinha um objetivo específico: encontrar uma sandália na cor verde-seco. Não conseguiu, mas fez compras com as amigas. Regina encontrou o que procurava, um tênis anti-estresse, que, segundo ela, também ajuda a emagrecer. As cores de calçados e bolsas surpreenderam a porto-alegrense. “É tudo muito colorido, faltam coisas neutras”, comenta.

Embora tenham sentido falta do que definiram como lojas de marca, as amigas consideram a idéia da feira válida, destacando especialmente o bom preço – alguns espaços ofereciam até 80% de desconto.

Presidente da Fenac S/A

confirma sensação de lojistas

O presidente da Fenac S/A, Ricardo Michaelsen, concorda com a opinião dos lojistas, como Diovano Klein. “Esta edição, sem dúvida, será melhor do que a do ano passado.” E confirma, com números, a impressão de Ederson Rorato: mais de 70% dos visitantes não residem em Novo Hamburgo, de acordo com pesquisa realizada pela Universidade Feevale.

Michaelsen conta que circulou pela feira, conversando com expositores, e acredita que os resultados serão 50% mais positivos, em comparação com a edição anterior.

“A Festa é importante não apenas para as vendas realizadas nos 10 dias de feira. Um evento assim reafirma a cidade de Novo Hamburgo como Capital Nacional do Calçado, já que atrai pessoas como os uruguaios que acabaram de chegar aos pavilhões”, revela.

NÚMEROS – Segundo o presidente da Fenac S/A, a expectativa era de 100 mil visitantes. A assessoria de imprensa diz que a quantidade não só foi alcançada, como deu certeza de que a feira é a maior promoção de calçados do Brasil.

Já no sábado, véspera do dia de encerramento, Michaelsen acreditava que seriam vendidos 150 mil pares de calçados. O resultado apurado no domingo, 12, foi ainda melhor: 180 mil.

A diversificação da feira será mantida para a próxima edição, marcada para o período entre os dias 02 e 11 de setembro de 2011. “A Sinoscar já vendeu 15 carros. Estes foram apenas os negócios efetivos, já que pelo menos outros 20 veículos estão em fase de negociação”, exemplifica o presidente da Fenac.

FOTOS

Mônica Neis Fetzner / novohamburgo.org

De Zotti Assessoria de Imprensa

Compartilhar

Festa Nacional do Calçado recebe com honras visitante de número 100 mil

Avançar »

Praça de Alimentação se destaca na Festa Nacional do Calçado 2010

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*