• Visualizações 2298

Páscoa dos “ovos de ouro”: data comemorativa movimenta a economia hamburguense

Mercados formal e informal comemoram vendas em Novo Hamburgo e prevêem crescimento na relação com 2009. Saiba como aproveitar o período para até triplicar sua renda!

Felipe de Oliveira felipe@novohamburgo.org

Que as datas comemorativas são oportunidades de ampliação de negócios, não é novidade para ninguém.

O que pouca gente sabe é responder a pergunta: como aproveitá-las? A menos de um mês da Páscoa, o Portal novohamburgo.org foi atrás de respostas.

Descobrimos no bairro Roselândia a “fórmula dos ovos de ouro”. Ou melhor, das trufas… O que importa é ter chocolate. Foi produzindo a especiaria que Jussara Bervian Bassani, 44 anos, comprou uma geladeira nova há dois anos, durante a Páscoa. Em 2010, pretende triplicar sua renda até o dia 04 de abril.

O segredo é a qualidade

Coordenadora da fundação dos funcionários de uma empresa do setor metalúrgico em Novo Hamburgo, Jussara trabalha com trufas em casa desde 2008. Vende durante o ano todo. É na Páscoa, no entanto, que consegue potencializar o negócio. Também revende uma marca de ovos de Páscoa da Serra Gaúcha.

Questionada sobre o motivo pelo qual as pessoas preferem as trufas aos chocolates industrializados, não tem dúvida: a qualidade. “Vale a pena investir. Só trabalho com chocolate puro. As vendas estão aumentando por causa disso”, garante. Cada unidade custa R$ 2,00 e os preços são especiais para compras em quantidade.

O negócio é informal, mas começa a tomar corpo. Três estabelecimentos comerciais e oito amigas já revendem o produto. E qual o segredo do sucesso? Além da qualidade, é claro, a divulgação. Nada de campanhas promocionais ou coisa parecida. Trata-se do bom e velho boca a boca, apenas.

PERSISTÊNCIA – Olhando assim, parece simples. Só que até consolidar sua clientela, Jussara teve paciência. Tudo começou por acaso. Revendia trufas na fundação que coordena. “A qualidade começou a cair. Aí eu pensei: se ele (fornecedor) ganha dinheiro com isso, eu também posso ganhar.”

Começou com um quilo de chocolate transformado em trufa. Hoje, compra 20 cada vez que vai ao mercado. Engana-se quem pensa que é fácil. A dica da trufeira prova o contrário, embora seja também um incentivo para os que  pensam em apostar no negócio. “Não é de um dia para o outro. Tem que gostar de trabalhar. Mas o resultado compensa.” Quando se aposentar Jussara já tem ocupação. Vai trabalhar com chocolate!

Mercado prevê 20% de aumento nas vendas

Se na informalidade a Páscoa é estímulo, imagine no mercado formal… Grandes redes de supermercados do Estado projetam 20% de aumento nas vendas frente a 2009.

Caminhando pelas lojas de Novo Hamburgo (foto) é possível encontrar produtos que variam de R$ 5,00 a R$ 60,00. Conselho para os pais: não levem os filhos para escolher os presentes. Afinal, os ovos que chamam a atenção da criançada são sempre os mais caros.

Quando a estimativa se estende ao mercado brasileiro, os números não causam tanta euforia, ainda que apontem para crescimento. Conforme a Associação Brasileira de Chocolate, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados – Abicab o volume de negócios deve ser 7% maior. A má notícia para os consumidores é que os preços também estão mais altos.

CHOCOLATES DA SERRA – Caso você ainda não tenha se deliciado com os produtos da Serra Gaúcha, a hora é agora. Tem para todos os gostos. A Associação das Indústrias de Chocolates Caseiros de Gramado – Achoco, por exemplo, revela que a produção dobra no período de Páscoa. Uma injeção de ânimo à economia local, que aumenta em 60% o número de contratações. São 500 empregos diretos.

FOTOS: Felipe de Oliveira / novohamburgo.org

Compartilhar

Novo Hamburgo: Dia da Mulher aqueceu venda de flores

Avançar »

Funk do Ronaldinho: Campanha pró-Gaúcho se intensifica na Internet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*