• Visualizações 1521

Balanço da Operação Golfinho indica crescimento de 135,83% nos salvamentos

A Operação Golfinho 2009/ 2010 apresentou crescimento de 135,83% no resgate de pessoas das águas do mar.

Foram 1.007 salvamentos nesta temporada ante 427 no mesmo período do ano passado. Somente no feriado de Ano-Novo foram 600 salvamentos. Os dados referem-se ao período de 19 de dezembro a 15 de janeiro e foram apresentados pelo subcomandante da Brigada Militar, coronel Jones Calixtrato, nesta quarta-feira, 20, em Tramandaí, na divulgação do primeiro balanço da Operação Golfinho.

Segundo ele, o investimento do governo do Estado em segurança, com a ampliação do efetivo e de viaturas para o policiamento no Litoral, foram fundamentais para a melhoria dos serviços. O subcomandante anunciou que a BM irá assumir na temporada 2010/2011 o controle de todas as guaritas de Salva-Vidas. Outra preocupação da BM foi a retirada de redes de áreas de banho pela Pelotão Ambiental, evitando mortes de surfistas e banhistas no Litoral.

Conforme o levantamento da BM, o policiamento ostensivo e o combate ao tráfico de drogas nas praias foram expressivos. Nos 27 dias foram efetuadas em torno de 2 mil prisões e apreensão de drogas. Houve aumento de 865,62% na apreensão (544,03 gramas) e de 122,83% no de crack (3.210,98 gramas) se comparados ao ano passado. Os latrocínios (roubos com morte) caiu para zero, não havendo nenhum caso no Verão Legal RS 2010.

Calixtrato disse ainda que o objetivo da Operação Golfinho é apresentar no próximo balanço redução maior nos casos de afogamentos e de ações criminosas. Citou como fator positivo a inserção de 3,8 mil alunos da coorporação no policiamento das ruas e acréscimo de 25 viaturas no Litoral Sul e 38 no Litoral Norte no policiamento. “A população poderá vir tranquila. Estamos retirando de circulação quem vem ao Litoral pensando em cometer crimes. A ação da Brigada Militar é muito forte no sentido de prevenção da vida dos veranistas no mar e na segurança deles enquanto estiverem aproveitando suas férias”, afirmou o coronel.

Participaram da apresentaçao do balanço o chefe do Estado Maior da BM, coronel Hildebrando Sanfelice; o comandante do Comando Ambiental, coronel Jorge Luiz Agostini; o comandante dos Salva-Vidas, major Paulo Roberto de Ávila; o comandante do Comando Regional de Polícia do Litoral, Péricles Alvares; o major Ordeli Gomes, do Comando de Policiamento Rodoviário da BM, o coordenador de comunicação da BM, tenente-Coronel Valmor Araújo de Mello; o tenente-coronel Guido Pedroso de Mello, comandante regional de Bombeiros da Região Sul, o major Eduardo Biacchi, o capitão Jair Francisco de Oliveira e o tenente Mário Cesar Mendes, da Comunicação da BM.

Fonte: www.estado.rs.gov.br

Compartilhar

FSM 2010: contagem regressiva para o Acampamento Intercontinental da Juventude em Novo Hamburgo

Avançar »

Feevale inicia os treinos visando o Mundial Universitário

4 comentários

  1. marcos cleber
    9 de fevereiro de 2010

    meus amigos quem paga o pato sempre é acomunidade, pois se as diaria dos salva vidas fossem mais valorizadas, com certeza os que não vão mais trabalhar devido a esta diaria baixa, iriam, e comcerteza não faltariam salvavidas nas guaritas, a realidade é esta e eles não mostram.

    Responder
  2. Karen Sessegolo ferzola
    4 de março de 2010

    Somos veranistas da praia de Jardim Olívia, município de Arroio do Sal e queremos parabenizar o excelente trabalho realizado pelos salva vidas Fábio Spohn e Richard Machado, integrando Brigada Militar e sociedade.Os mesmos demonstraram total integração,orientaram os jovens adolescentes e crianças com relação aos perigos do mar.São profissionais assim que valorizam a categoria.Parabéns!!Karen e José ferzola.

    Responder
  3. Ronaldo
    16 de novembro de 2010

    Boa tarde, podem me informar qual é o período de incrições para salvavidas civíl?

    Responder
  4. paulo
    12 de dezembro de 2010

    e os salva vidas civis onde fican nisso o governadora assinou e o comando não quer sera que vão dar conta´a comunidade ta sabendo disso na minha cidade ´so tem 12 guaritas em vez de 18,vai da problema com certeza!

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*