• Visualizações 257

Mais de 200 professores municipais de Novo Hamburgo são favorecidos por decisão do TCE

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Facebook)

Decisão do Tribunal de Contas mantém cargos dos 241 professores nomeados em concurso público de 2015

Nesta quarta-feira, 22 foi realizado no Tribunal de Contas do Estado o julgamento que teve decisão favorável à manutenção dos cargos ocupados por quase 250 professores da rede municipal de Novo Hamburgo. Em decisão de relatoria do Conselheiro Marcos Peixoto, prevaleceu o entendimento da validade das admissões em respeito aos princípios constitucionais da eficiência, da segurança jurídica, da educação e do trabalho, bem como da continuidade dos serviços públicos.

A totalidade dos professores que tiveram mantidas as validades dos registros representa 16,6% (dezesseis inteiros e seis décimos por cento) do quadro do magistério municipal, distribuídos em 64 (sessenta e quatro) escolas e atendendo diretamente a 4.025 (quatro mil e vinte e cinco) alunos, mais de 20% (vinte por cento) da rede municipal. Uma decisão negativa poderia representar o fechamento imediato de 12 escolas de educação infantil, fora os reflexos indiretos.

Em dezembro de 2018, alegando o desrespeito à Constituição Federal (art. 206) em razão da ausência de etapa de prova de títulos no concurso público, o Ministério Público de Contas havia opinado pela negativa de registro dos atos de admissão dos professores, que foram intimados a prestar esclarecimentos. A questão envolve o Edital n.º 05/2015, do Município de Novo Hamburgo, e as admissões dele decorrentes.

A defesa da maioria dos professores (206) foi feita pelos advogados da Bondan Bronzatti & Pienis Advogados Associados, que presta serviços jurídicos ao Sindicato dos Professores de Novo Hamburgo – SINDPROF. A Prefeitura Municipal, por meio da Procuradoria Geral do Município, e outros professores, de forma individual, também apresentaram as suas defesas.

Da decisão, cabe recurso pelo órgão ministerial, o que levará a decisão ao Pleno. Por enquanto, ao menos, um importante passo no intuito de prevalecer o direito à educação, bem como os interesses de toda comunidade hamburguense e região, na medida em que muitas famílias podem ser afetadas com a decisão.

A prefeita Fátima Daudt (PSDB) aproveitou as redes sociais para comemorar o resultado: “Com o empenho de todos, o processo dos professores, que aguardavam decisão judicial referente ao concurso de 2015, teve decisão positiva e eles poderão continuar nos quadros? Estamos muito felizes!”, destacou.

Foto: Aline Pires

Compartilhar

Empreendedoras do bairro Boa Saúde recebem qualificação

Avançar »

Exposição Imaginário Fantástico inicia dia 28 no Espaço Albano Hartz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo
home_central_vertical