• Visualizações 462

Mais de 60% dos alunos do ensino técnico trabalham na área de formação

Entrar mais rápido no mercado de trabalho é o principal objetivo de quem fez ou faz algum curso técnico, diz pesquisa.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O número de pessoas que fizeram um curso técnico e que trabalham – ou que já trabalharam – na área da formação chega a 61%. Foi o que apontou uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Industria – CNI nesta terça-feira, que entrevistou 2.002 pessoas, com mais de 16 anos, em 143 municípios.

O estudo indica que o número de pessoas que buscam a educação profissional ainda é considerado baixo: somente um em cada quatro brasileiros frequenta ou frequentou algum curso técnico.Dentre aqueles que fizeram algum curso profissionalizante, 53% disseram que almejavam entrar mercado de trabalho mais rapidamente. Outros 47%, o desejo de se qualificar em uma profissão específica, e 28%, aumentar as oportunidades de acesso ao mercado de trabalho.

Ao todo, 74% dos entrevistados que fizeram cursos profissionalizantes são considerados bem ou razoavelmente bem preparados para ingressar no mercado de trabalho.

O estudo mostra que somente 6% dos jovens (com idades entre 16 e 24 anos) que estudam estão em um curso profissionalizante – vinculado ou não ao ensino médio. A grande parte está no ensino superior (18%), seguido do ensino médio (15%) e do ensino fundamental (5%).

Informações de UOL

FOTO: ilustrativa / Lavras 24 horas

Compartilhar

Professores e alunos já podem se inscrever para a Olimpíada de Língua Portuguesa

Avançar »

Atelier Livre recebe inscrições e oferece novos polos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*