• Visualizações 866

Em 2014, mensalidade escolar terá alta em torno de 8,5%

Índice foi apresentado ontem pelo Sinepe-RS como uma prévia para 2014. Podendo haver oscilações, pois boa parte dos educandários ainda não fixou o percentual.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

As mensalidades de colégios e universidades particulares devem ser reajustadas em torno de 8,5% no próximo ano — mais de dois pontos percentuais acima da inflação esperada para 2013.

O índice foi apresentado ontem pelo Sindicato do Ensino Privado – Sinepe-RS como uma prévia para 2014. Pode haver oscilações, para baixo ou para cima, porque boa parte dos educandários ainda não fixou o percentual. O presidente da entidade, Bruno Eizerik, diz que a estimativa resultou de uma consulta, por amostragem, a cem instituições gaúchas.

“Não é um índice do Sinepe, mas uma sinalização média dos colégios,” observa Eizerik.

Mensalidades acima da inflação se tornaram rotina. O coordenador do Instituto Brasileiro de Economia – Ibre da Fundação Getulio Vargas – FGVem Porto Alegre, Marcio Fernando Mendes da Silva, diz que as anuidades subiram 41,35% desde 2009. Já o Índice de Preços ao Consumidor — Semanal – IPC-S, da FGV, que afere a inflação na Capital, ficou em 29,72% no mesmo período.

O presidente do Sinepe esclarece que as mensalidades são calculadas com base na planilha de custos dos educandários, considerando-se investimentos e despesas. Eizerik diz que os reajustes devem ser tratados em consonância com a comunidade. Pais e alunos precisam saber os motivos e conferir as melhorias nas escolas.

O cálculo

Cada colégio ou universidade calcula o reajuste da mensalidade de acordo com a planilha de custos e investimentos e ainda leva alguns pontos em conta:

– Reajustes salariais concedidos a professores e funcionários.

– Obras e ampliações nos prédios. Melhorias nas salas de aula, áreas de convivência como bar, jardins e sala de estar, e quadras para realização de atividades esportivas.

– Investimentos nas bibliotecas, nos laboratórios, na aquisição de computadores e outros instrumentos.

– Despesas com água, luz, telefone e internet.

– Melhorias no sistema de segurança como a instalação de câmeras e outros dispositivos eletrônicos.

Informações de ZH

FOTO: reprodução / band

Compartilhar

Encontro debaterá qualificação dos cursos do Pronatec em Novo Hamburgo

Avançar »

Inscrições para 12º Exame da OAB encerram nesta quinta-feira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*