• Visualizações 774

Ufrgs reabre inscrições do vestibular para se adequar à Lei de Cotas

Novo edital deve ser publicado na segunda-feira. A reserva de vagas pelo Programa de Ações Afirmativas segue em 30%, mas as cotas consideram a renda per capita da família.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Ufrgs irá reabrir as inscrições ao Vestibular 2013 para se adequar à nova Lei de Cotas sancionada pelo Palácio do Planalto.

O novo edital deve ser publicado na segunda-feira, dia 30. A reserva de vagas pelo Programa de Ações Afirmativas segue em 30%, mas as cotas consideram a renda per capita da família. Anteriormente, o critério analisado pela universidade era apenas se o candidato tinha feito metade do Ensino Fundamental e todo o Ensino Médio em escola pública.

Outra mudança é que agora basta a conclusão do ensino médio em escola pública para que o estudante possa se inscrever no sistema de reserva de vagas.

O Conselho Universitário – Consun definiu as alterações na manhã desta sexta-feira, 26 por unanimidade.  Quem ainda não se inscreveu no concurso terá nova chance com a abertura do edital.

A nova lei assegura que já que em 2013 todas as instituições federais deverão reservar no mínimo 12,5% das suas vagas para as ações afirmativas.Até 2016, quando será destinado um percentual de pelo menos 50% ao programa, deverão somar 5,3 mil vagas a mais.

O candidato que deseja disputar as cotas deve optar por uma das seguintes modalidades: 

– Egressos do ensino médio de escola pública com renda familiar bruta igual ou inferior a 1,5 salário-mínimo nacional per capita

– Egressos do ensino médio de escola pública com renda familiar bruta igual ou inferior a 1,5 salário-mínimo nacional per capita, com registro de autodeclaração étnico-racial (negro, pardo ou índio)

– Egressos do ensino médio de escola pública com renda familiar bruta superior a 1,5 salário-mínimo nacional per capita

– Egressos do ensino médio de escola pública com renda familiar bruta superior a 1,5 salário-mínimo nacional per capita, com autodeclaração étnico-racial (negro, pardo ou índio)

Informações de Zero Hora

FOTO: ilustrativa / tuqisabe

Compartilhar

Pesquisa indica que brasileiros falam inglês de qualidade muito baixa

Avançar »

5,7 milhões de estudantes participam do Enem no próximo fim de semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*