• Visualizações 934

Novo Hamburgo: Estudantes levam projeto de prótese ortopédica para amputados para feira nos Estados Unidos

Projeto dos alunos da Fundação Liberato usa material alternativo e de baixo custo e apresenta maior absorção de impactos. 

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Dois estudantes da Fundação Liberato, de Novo Hamburgo, vão representar a instituição na Intel International Science and Engineering Fair, em maio, nos Estados Unidos.

O projeto Revo Foot II – Prótese Ortopédica de Baixo Custo para Amputados de Membro Inferior Produzida com Materiais Recicláveis, de Eduardo Trierweiler Boff, 20 anos, e Lucas Strasburg Ferreira, 20 (ambos na foto), foi classificado na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia – Febrace, que encerrou no último sábado, dia 17, em São Paulo.

Cerca de um milhão de brasileiros aguardavam o recebimento de próteses ortopédicas pelo Sistema Único de Saúde – SUS em 2009, segundo o Ministério da Saúde. A pesquisa dos estudantes propõe o desenvolvimento de uma prótese que apresente a mesma qualidade das que são importadas, mas a um custo inferior.

O Revo Foot foi projetado em tereftalato de etileno (PET), um material alternativo e de baixo custo. Depois de produzida, a prótese foi analisada conforme testes estabelecidos pela ISO 10328, que regulamenta os procedimentos de ensaio para certificação de próteses ortopédicas. Além disso, foi testada in vivo. O Revo Foot apresenta maior absorção de impactos e resistência do que as próteses feitas de fibra de carbono e seu custo de produção é de, aproximadamente, R$ 140,00.

Informações de Imprensa Liberato

FOTO: arquivo pessoal / Lucas Strasburg Ferreira

Compartilhar

Publicação oficializa mudanças no Enade

Avançar »

Estudantes contrários ao uso do Enem em universidade de São Paulo protestam e bloqueiam ruas

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*