Professores vão às ruas exigir direitos