• Visualizações 2214

Estudante chora ao se atrasar para a nova prova do Enem

A jovem iria usar a nota do novo Enem para ingressar no curso de medicina e ficou desesperada por perder a prova. Ela reclama da distância da escola que escolheram para ela.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Por quatro minutos, a estudante de Curitiba, Jéssica Helen, 19 anos, não pode entrar na escola estadual Hildebrando de Araújo antes dos portões fecharem e realizar a nova prova do Enem.

Com isso, a jovem irá depender da nota da primeira aplicação da prova, que tinha problemas de impressão. Nesta quarta-feira, 15, os estudantes prejudicados por problemas de impressão do caderno amarelo na prova anterior, feita em outubro, realizam a nova prova. Segundo o Inep, órgão do Ministério da Educação responsável pelo teste, foram convidados 9.500 alunos.

Jéssica reclama da distância da escola que escolheram para ela, que não sabia como ir e acabou se atrasando por pegar um ônibus errado. Ao se deparar com o portão fechado, chorou inconformada, tendo percorrido cerca de 10 quilômetros para prestar exame. A jovem não irá prestar vestibular, pretende disputar uma vaga no curso de medicina em três universidades que irão utilizar o Enem ao invés de vestibular.

Informações de portal G1

Compartilhar

Banco Mundial sugere prioridades e soluções para a educação no Brasil

Avançar »

Jovens hamburguenses recebem certificado do ProJovem Trabalhador

Um comentário

  1. Emerson F. Tormann
    27 de dezembro de 2010

    Ha Ha Ha… Porquê só ela se atrasou? Ela não sabe que existe google maps? E teve bastante tempo para fazer o itinerário e escolher a melhor rota. Usando ônibus ou lotação… Tu imagina se ela se atrasa numa cirurgia de urgência! Pobre paciente…

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*