• Visualizações 1516

Enem 2010: MEC divulga gabarito e abre canal para reclamações

Estudantes que seguiram a orientação do cabeçalho do cartão de respostas no primeiro dia de provas podem solicitar correção invertida. Gabaritos oficiais e cadernos podem ser consultados na Internet.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Está disponível no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep o módulo para que os estudantes do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem possam solicitar a correção invertida do gabarito.

No primeiro dia do exame, a folha em que os estudantes marcaram as respostas das questões estava com o cabeçalho das duas provas trocado – a primeira metade das questões era de ciências humanas e o restante, de ciências da natureza, mas na folha de marcação as questões estavam identificadas de forma invertida.

O Ministério da Educação – MEC diz que alertou os fiscais de sala para que orientassem os alunos a seguirem a ordem numérica. Quem foi mal orientado e trocou a ordem do preenchimento poderá fazer o requerimento para a correção invertida.

O Inep também divulgou nesta sexta-feira, dia 12, os gabaritos oficiais das provas do Enem. A liberação ocorreu após a suspensão da decisão da juíza federal da 7ª Vara do Ceará, que impossibilitava o prosseguimento do exame, pelo presidente do Tribunal Regional Federal – TRF da 5ª Região, desembargador Luiz Alberto Gurgel de Faria, nesta sexta-feira.

O presidente do TRF afirmou que a suspensão envolvendo mais de três milhões de estudantes traria transtornos aos organizadores e candidatos em todo o Brasil e que a alteração do cronograma prejudicaria diversas instituições de ensino superior que utilizam as notas do Enem em seus vestibulares. Ainda destacou a possibilidade de um alto prejuízo, da ordem de R$ 180 milhões, decorrente da decisão da Justiça Federal do Ceará.

Necessidade de novas provas

O Ministério da Educação calcula que, até o momento, cerca de 200 estudantes deverão refazer as provas do Enem por causa dos erros de impressão nos cadernos de prova amarelos.

Os dados foram apresentados pelo ministro Fernando Haddad ao presidente da União Nacional dos Estudantes – UNE, Augusto Chagas, e da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas – Ubes, Yann Evanovick, em audiência na tarde de quinta-feira, 11.

As entidades defendem, entretanto, que todos os alunos que tenham se sentido prejudicados pelos erros na aplicação do Enem tenham a chance de fazer as provas novamente em caráter opcional. Segundo Chagas, essa possibilidade foi descartada pelo ministro, porque poderia atrasar o calendário das 83 instituições de ensino superior que usam a nota da prova como critério de seleção.

Informações de portal Terra

FOTO: reprodução

Compartilhar

Jovem que teria agredido orientadora em Porto Alegre conversa com a polícia

Avançar »

Novo Hamburgo: Abertas as inscrições para novos alunos na rede municipal

2 comentários

  1. Luana Pereira Silva
    15 de novembro de 2010

    Minas Gerais,Ipatinga.
    No dia da realização da 1ºprova,eu fiz a prova de cor amarela,sendo que estáva com erros de impressão.Sendo dessa maneira fiquei sendo prejudicada.E ainda fala que “Segundo Chagas, essa possibilidade de cancelara prova foi descartada pelo ministro, porque poderia atrasar o calendário das 83 instituições de ensino…”
    Como fica meu ensino,como fica a minha nota.Será que voces não pensam nessas pessoas que são totalmente prejudicadas pelo erro na qual pertece a voces.Quero que algo seja feito.Que exame nacional do ensino médio -Enem 2010.Mal organizado,mal feito.Como aconteceu ano passado.Porque esse mesmo erro se repete.E ano que vem será que irá piorar mais as coisas,espero que não.Ministério Da Educação com todo respeito na qual mereçe por favor pensem em nós jovens estudantes na qual estão embusca de realizações de seus sonhos,como muitos não tem a possibilidade de pagar uma boa universidade de boa qualidade e estrutura de formação profissional,mais também pessoal.São essas coisas que destroem passo a passo seus sonhos.Enem que erá pra ser uma prova confiável,não é.Pois cada vez que um jovem ao fazer a prova írá semplismente ter a descomfiança a cada perguta a ser lida e respondida.E ao gabarito medo ao responde-la.Mim sinto mal a esse erro grave,na qual eu sei que me prejudicou muito.E como ver sonhos sendo jogados fora pela janela.Quero muito que essa prova seja refeita,para todos.Assim muitos querem.Mais ainda porque meu caso,o cabeçalho,ou seja o gabarito da prova amarela estava trocado sendo assim a primeira metade das questões era de ciências humanas e o restante,delas ciências da natureza, mas na folha de marcação as questões estava identificadas de forma invertida de forma errada dessa maneira,tive que fazer pelas orientações dos fiscais de trocar a ordem do preenchimento.Dessa maneira fiquei mais prejudicada ainda.
    Quero que algo seja feito a esse respeito.Por todos nós participates do enem.Quero que a justiça seja feita.
    Não me calo pois o silêcio não faz parte do reprimido.Pois todos nós samos livres para expreçar nossas opiniões.

    Responder
  2. 19 de novembro de 2010

    espero que possam nos ajudar pois peguei a prova amarela no primeiro dia e fui muito prejudicada.perdi muito tempo e por isso tive que chutar várias questões.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*