Nenhum de Nós lança novo álbum: Contos de Água e Fogo

Banda inovou e experimentou diferentes formas de compor e diz que este é o disco em que mais falam de seu público.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

No ano em que completa 25 anos, a Nenhum de Nós aposta em novidade. Chegam às lojas neste mês o 14 º álbum da história da banda, Contos de Água e Fogo.

O aniversário da Nenhum, em outubro, certamente terá suas comemorações — mas, ao que tudo indica, não será uma festa em tom saudosista.  Nos últimos anos, dois discos ao vivo deram conta de fazer a retrospectiva da trajetória da banda — A Céu Aberto (2007) e Paz e Amor Acústico (gravado em 2000 e lançado em 2009). Nesse contexto, Contos de Água e Fogo inaugura uma nova fase.

Durante a gestação do disco, o Nenhum de Nós experimentou diferentes maneiras de compor. Como em outros álbuns, o ponto de partida foram idéias de letras trazidas pelo vocalista Thedy Corrêa. Normalmente, a trupe — completada pelos guitarristas Carlos Stein e Veco Marques, pelo tecladista e gaiteiro João Vicenti e pelo baterista Sady Homrich — só iria se reunir mais intensamente para trabalhar os arranjos das canções.

Desta vez, o estúdio da banda na Cidade Baixa foi o laboratório para os cinco músicos criarem juntos, em detalhes, a estrutura das músicas. Uma lapidação evidente em canções como a impactante abertura do disco, Corrente, e a faixa-título — em ambas, estrofes e passagens são tão importantes quanto o refrão.

“O formato radiofônico sempre foi importante para nós. Mas agora percebemos que o meio (de comunicação) é a Internet. Decidimos apostar na nossa intuição”, diz Carlos. “Na verdade, perdemos a culpa de pensar no formato radiofônico”, emenda Thedy. Naturalmente, foi a Internet o canal para as primeiras amostras do novo álbum chegarem ao público.

Letras que falam

do público

Em setembro, saiu a urgente e acelerada Outono Outubro. Em fevereiro, Último Beijo enfatizou no refrão: “Eu não conseguia deixar tudo sempre igual”. Nas letras, destaca- se uma parceria com Leoni, Melhor e Diferente, que reflete sobre o amor nos tempos do MSN, e Primavera no Coração, história de uma jovem interiorana que quer fugir com a banda de rock que vai tocar em sua cidade — situação que a banda já viu na vida real mais de uma vez, protagonizada por meninos e meninas. “É o disco no qual mais falamos do nosso público”, resume Thedy.

A turnê Contos de Água e Fogo começou em 1º de abril, no Rio, e chega a Porto Alegre entre os dias 11 e 15 de maio, no Teatro Ciee — nos shows, o grupo tem o reforço do baixista Estevão Camargo. Até lá, o Nenhum de Nós terá o desafio de encaixar as canções do novo álbum no roteiro dos shows, já alimentados por hits lançados na última década e meia — uma escolha cujo resultado jamais será uma unanimidade, pelo menos para o público.

“Não importa o repertório que tu faças, sempre vai ter alguém no camarim para dizer que ‘faltou aquela’”, brinca Sady.

Informações de ZeroHora.com

FOTO: divulgação

Compartilhar

Novo Hamburgo: Arte e Sapato são atrações no Espaço Albano Hartz

Avançar »

Novo Hamburgo: Comemorações pelos 84 anos tomam conta da cidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*