• Visualizações 2450

Paul McCartney volta a encantar brasileiros

VEJA VÍDEO! Ex-beatle fez seu penúltimo show no Brasil em São Paulo, neste domingo, e repetiu performance de Porto Alegre.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Paul McCartney é mesmo um gentleman. Como fizera em Porto Alegre, no início de novembro, o ex-bealte encantou o público paulista neste domingo, dia 21, no Morumbi.

Leia Mais

Paul McCartney emociona gaúchos em show “Trilegal”

Paul esbanjou bom humor, talento e saúde, emocionando e divertindo um público de quase 65 mil pessoas, formado por diferentes gerações de seguidores dos Beatles: tinha quem acompanhou a beatlemania in loco (os senhores); conheceu os discos dos meninos de Liverpool via coleção do pai (os adultos); baixou a discografia no Napster (os jovens); e quem aprendeu a tocar os sucessos da banda no videogame (as crianças).

E nesta segunda-feira, 22, tem mais. McCartney faz seu último show no Brasil, novamente no Morumbi. Quem dormiu no ponto terá que esperar sua próxima visita às terras tropicais do Sul da América do Sul. Os ingressos estão esgotados.

O show

O inglês consegue fazer com que as três horas de apresentação passem depressa. Antes que as pernas comecem a doer, o primeiro bis já começou. Do início, com a dobradinha “Venus & Mars / Rock show”, até o encerramento ao som de “Sgt. Pepper’s lonely hearts club band”, todos parecem hipnotizados pelo carisma e bom humor de McCartney.

A primeira vez que sentou ao piano foi para tocar “Long and winding Road”, oitava música do repertório. Antes de se levantar, ainda embalou “1985”, “Let em in” e “My Love” – essa última dedicada aos casais de namorados (ele ainda explicou que a compôs para sua “gatinha” Linda)

Quem foi ao show de Porto Alegre teve a sensação de déjà vu neste momento. É assim mesmo, pois apesar de um improviso ou de outro, McCartney realiza praticamente sempre a mesma apresentação.

Sim, ele vai ler o teleprompter, disparar expressões locais (“galera” e “paulistas” dessa vez) e dizer que vai tentar aprender português. E, sim, o ex-beatle irá fingir que o volume de “Live and let die” é muito alto para a sua idade ao final da canção que abusa da pirotecnia. Mas isso não é nada ruim: com um repertório que inclui 20 canções daquela que é a maior banda de todos os tempos e com um charme irresistível, Paul pode se dar ao direito de se repetir.

E pode ter certeza existe quem pagaria para ver um (mesmo) show diariamente dele, se isso fosse possível. E pode ter certeza que essa pessoa choraria toda vez que Paul dedicasse “Something” ao seu amigo George Harrison e lembrasse de John Lennon antes de “Here today”.

Como surpresas do show paulistano, uma chuva de balões brancos tomou conta do Morumbi durante “Give peace a chance” e McCartney também brincou de regente diversas vezes com o coro de 64 mil vozes, chegando a improvisar uma música que poderia se chamar “Ô, São Paulo”.

O show teve dois bis. O primeiro emendou “Day tripper”, “Lady Madonna” e “Get back”, enquanto o segundo veio com “Yesterday” e “Helter skelter” – com Paul esbanjando uma voz de dar inveja.

A saúde do ex-beatle, aliás, é um capítulo à parte. Se um dia imaginou que chegaria aos 64 anos sem cabelos e frágil, aos 68 Paul é menino, que arrisca uns piques pelo palco e até uns pulos durante “Mrs Vandebilt”.

A disposição é tanta que, ao sair do palco, ele escorregou e caiu feio, ao vivo para os dois impressionantes telões de alta definição que acompanham a turnê. O tombo não foi suficiente para tirar o bom humor do ex-beatle, que deu um pulo e saiu todo sorridente, despedindo-se com um ursinho de pelúcia debaixo do braço.

Veja momentos do show nas imagens da Rede Globo:

Setlist

– “Venus And Mars” / “Rock show”

– “Jet”

– “All my loving”

– “Letting go”

– “Drive my car”

– “Highway”

– “Let me roll it / Foxy lady”

– “The long and winding road”

– “1985”

– “Let ’em in”

– “My love”

– “I’ve just seen a face”

– “And I love her”

– “Blackbird

– “Here today”

– “Dance tonight”

– “Mrs. Vandebilt”

– “Eleanor Rigby”

– “Something”

– “Sing the changes”

– “Band on the run”

– “Ob-la-di, ob-la-da”

– “Back in the U.S.S.R.”

– “I’ve got a feeling”

– “Paperback writer”

– “A day in the life” / “Give peace a chance”

– “Let it be”

– “Live and let die”

– “Hey Jude”

Bis 1:

– “Day tripper”

– “Lady Madonna”

– “Get back”

Bis 2:

– “Yesterday”

– “Helter skelter”

– “Sgt. Pepper’s lonely hearts club band”

Informações de portal G1

FOTO: reprodução / G1

Compartilhar

Ingressos para o Rock in Rio 2011 já podem ser adquiridos

Avançar »

Abaixo de chuva, Paul McCartney se despede do Brasil

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*