• Visualizações 347

Governo amplia repasses para Hospital Centenário e viabiliza presídio em Sapucaia

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, e o governador Eduardo Leite assinaram acordo que garantirá verba de mais R$ 500 mil mensais para o Hospital Centenário e a abertura da nova Penitenciária Estadual de Sapucaia do Sul, no município vizinho

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Facebook)

Como o esgoto da nova casa prisional será destinado ao sistema de tratamento de São Leopoldo, o Estado vai triplicar o repasse de recursos ao Hospital Centenário, no município, que atende toda a região do Vale do Sinos.

Por mês, a prefeitura passará a receber R$ 500 mil a mais para gestão e manutenção dos serviços hospitalares. O contrato atual prevê R$ 250 mil. Com isso, totalizará R$ 750 mil mensais a partir de fevereiro.

“É um momento marcante e muito importante para o RS e, principalmente, para o Vale do Sinos. Fico muito feliz que as tratativas entre o Estado e a prefeitura tenham evoluído rapidamente e com um resultado duplamente satisfatório, pois vai beneficiar o atendimento regional em saúde e viabilizará a abertura do presídio, desafogando o sistema penitenciário estadual e melhorando a nossa segurança pública”, disse o governador.

Participaram da assinatura do acordo, também, o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, os secretários estaduais da Administração Penitenciária, Cesar Faccioli, da Saúde, Arita Bergamann, o diretor-geral do Serviço Municipal de Água e Esgotos de São Leopoldo (Semae), Nestor Pedro Schwertner, e outros representantes do governo e do município.

Como o serviço de saneamento em São Leopoldo é de responsabilidade municipal, o acordo autoriza a execução de obras pela companhia estadual, a Corsan, nas vias públicas da cidade a fim de viabilizar o fornecimento de água e o tratamento de efluentes na rede pluvial por parte do Semae.

Com a resolução desta etapa, segundo Faccioli, a previsão de abertura da Penitenciária Estadual de Sapucaia do Sul, com capacidade para 600 presos do regime fechado, é para março. A construção é uma permuta do governo com uma construtora em troca de terrenos estaduais. “Esse o era o último entrave para o término das obras de infraestrutura necessárias à entrega definitiva da obra”, disse o secretário Faccioli.

vanazzi leite arita

Repasses à Saúde

Conforme a secretária Arita, o aumento no incentivo ao Hospital Centenário era uma demanda antiga da prefeitura de São Leopoldo e foi possível após a liberação de verbas do Ministério da Saúde ao Estado anunciada em dezembro, já que até então o orçamento da Secretaria Estadual da Saúde (SES) não dispunha de valores extras disponíveis para atender o pleito.

“Estamos fazendo a revisão dos repasses aos hospitais contratualizados e, devido à cobertura de serviços extremamente importantes, como oncologia entre outros, que atendem não só o município como a região, o pleito ao Hospital Centenário foi considerado realmente necessário e merecedor de aumento”, disse Arita.

O novo valor também é uma garantia de verba mínima a ser destinada ao hospital, antecipando a nova formatação dos incentivos estaduais, que têm previsão para serem revistos este ano.

Neste momento, a SES elabora uma nova concepção dos valores destinados aos hospitais no Estado. A medida busca ter uma divisão dos recursos mais justa e equânime entre as entidades.

Enquanto o projeto avança, o município já tem agora essa verba extra para a manutenção do atendimento e, quando o novo cálculo estiver pronto, não deverá ser inferior aos R$ 500 mil propostos hoje.

Com informações da Secom / Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Compartilhar

Desconto de 15% para quem quitar IPTU até 20 de janeiro

Avançar »

Volta Ecociclística do Parque do Tainhas já tem cerca de 300 inscritos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo
home_central_vertical