• Visualizações 386

Projeto da Secult fica em 1° lugar em edital do Estado

A Secretaria Municipal da Cultura de Novo Hamburgo (Secult) celebra convênio com a Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul (SEDAC) para a realização do projeto “Tradição Criativa e Identidade – Redescobrindo o Patrimônio de Novo Hamburgo” como parte do projeto Roteiro Cultural

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Facebook)

Novo Hamburgo concorreu na categoria de financiamento mais alta do Pró-Cultura RS para as prefeituras do Rio Grande do Sul e ficou classificada em primeiro lugar entre os seis contemplados, com o projeto “Tradição Criativa e Identidade – Redescobrindo o Patrimônio de Novo Hamburgo” sendo contemplado com uma nota de 96.16 de 100 pontos possíveis. O projeto prevê a realização de oito Rodas de Memórias em locais e instituições como a Sociedade Cruzeiro do Sul, a Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo, o bairro Hamburgo Velho, a Casa da Lomba, entre outros.

As Rodas de Memória serão registradas em formato audiovisual e transformadas em documentários, que serão disponibilizados de forma gratuita para exibições para a comunidade em espaços como a Casa das Artes e o CineMóvel. Para fins educacionais e culturais, o material também será entregue para escolas municipais e para a SEDAC.

Outro foco deste edital será a capacitação de 60 professores das escolas municipais de Novo Hamburgo em Patrimônios Culturais como agentes de preservação, incentivando a abordagem do patrimônio histórico e cultural como tema de projetos didáticos, conceituando a contribuindo para a construção de uma cultura de preservação como instrumento de fortalecimento e consolidação cidadã.

De acordo com a servidora da Secretaria Municipal da Cultura e responsável pela redação do projeto vencedor, Paula Helena Nerbas, a construção coletiva juntamente ao Conselho Municipal de Proteção ao Patrimônio Histórico e Cultural de Novo Hamburgo (CMPHC) foi de grande importância para resgatar os bens tombados e registrados como materiais e imateriais. “É o primeiro projeto de educação patrimonial deste porte no município. É muito importante ressaltar a importância da realização de registros das Rodas de Memórias, pois isso permitirá a propagação de conhecimento sobre a história de Novo Hamburgo para as gerações futuras”, complementa Paula.

Financiado pelo Fundo de Apoio à Cultura, o edital para realização do projeto cultural tem validade de nove meses para execução completa, após sua publicação e assinatura.

Recebendo um repasse de R$75.000,00 do Estado, o município de Novo Hamburgo disponibilizará R$13.700,00 a título de contrapartida para a execução do Roteiro Cultural de Novo Hamburgo, de acordo com o percentual do cálculo do município no Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (IDESE).

Com informações da Comunicação da PMNH

Foto: PMNH / Divulgação

Compartilhar

Nóia apresenta reforços para 2020 e treina para o Gauchão e Copa do Brasil

Avançar »

A cada 92 minutos um brasileiro morre afogado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo
home_central_vertical