Coluna Conexão Política – Senadora Ana Amélia vem a Novo Hambugo para reunião almoço da ACI

Por Guilherme Daros
conexaopoliticavaletv@gmail.com

A  senadora Ana Amélia Lemos (PP) será a palestrante de uma reunião almoço organizada pela ACI, em parceria com a Abicalçados, na Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo no dia 5 de maio, uma sexta-feira. A informação foi confirmada pelo chefe de Gabinete da senadora, Marco Aurélio Ferreira, ao ex-presidente do PP hamburguense Leonardo Hoff, que deve acomapanhá-la ao lado do deputado João Fischer, o Fixinha, e dos vereadores Issur Koch e Vladi Lourenço, todos do PP. Informações sobre reservas ainda não foram divulgadas, mas a expectativa é que seja um evento para cerca de 300 pessoas, tendo como principal tema o setor econômico do país.

A última vez que a senadora esteve em Novo Hamburgo foi para endossar a candidatura de Leonardo Hoff, então candidato a prefeito nas eleições de 2016.

Senadora Ana Amélia no bairro Primavera (16)
Novo Marco Regulatório não pode virar “Nova Desculpa” 
É saudável que o novo Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (Mrosc) tenha sido debatido no plenário do legislativo municipal em duas oportunidades recentemente: em uma audiência pública, e durante o desabafo do Coral Amigos da Câmara na tribuna na sessão desta segunda-feira, 24. Inclusive, um seminário deve ser realizado sobre o tema para esclarecer entidades, coletivos culturais, ongs, etc.  O que não pode, é o novo marco se tornar uma “desculpa” rotineira dos administradores públicos para freiar parcerias ou repasses para essas entidades que em sua maioria realizam trabalhos sociais e culturais importantes para a cidade.

“Risadas debochadas”
Pelo menos foi o que o vereador Naasom Luciano (PTB) constatou e reclamou enquanto discursava sobre impedimentos jurídicos para os repasses para o Coral Amigos da Câmara durante a sessão. As “risadas debochadas” viriam das galerias, onde estavam membros do grupo. O petebista enfatizou que durante sua gestão como presidente do legislativo, os repasses ocorreram normalmente. Passou a bola.

33453882033_70bdf7e517_z
Novo Hamburgo deve ter eleição movimentada
Os hamburguenses irão viver uma movimentada eleição no ano que vem, quando serão escolhidos os deputados estaduais, federais, governadores, senadores e presidente. Isso porque a lista de possíveis candidatos só tende a aumentar. Para a Assembleia Legislativa estão confirmados: Tarcísio Zimmermann (PT), João Fisher, o Fixinha (PP), Faisal Karam, ainda sem partido, mas que deve concorrer pelo PSDB, Gustavo Finck (REDE). Ainda podem se confirmar Issur Koch (PP), em dobradinha com Marcel Van Hattem (PP), e Patrícia Beck (PPS). Fernando Lourenço (SDD) pode concorrer em dobradinha com o vereador de Porto Alegre, Claudio Janta, presidente estadual do partido. Ainda aparecem como pré-candidatos a deputados federais: Gilson Thoen (PDT), Lucas Redecker (PSDB).

Práticas da velha política
Os vereadores Issur Koch (PP) e Sérgio Hanich (PMDB) participaram do programa Conexão Política da Vale TV, canal 14 da NET, apresentado por este colunista, e fizeram uma avaliação dos 100 primeiros dias da prefeita Fátima Daudt (PSDB) no comando da cidade. Quando questionados sobre a relação entre Executivo e Legislativo, ambos foram enfáticos ao afirmar que inicialmente parecia um novo modelo de diálogo, mas que não teve continuidade, e citaram práticas da velha política ainda presentes. Em breve o programa estará disponível no canal youtube.com/valetv

34118462426_3d87f22b47_z (1)

34159483655_4f5303b09f_z

Comur deve ser privatizada?
Bom, não é novidade pra ninguém que a preferência ideológica do PSDB, historicamente, é pela diminuição da máquina estatal e privatização das empresas públicas. Nessa lógica, se a Companhia Municipal de Urbanismo, a COMUR, fechou o ano de 2015 com um prejuízo de R$ 1,5 milhão, e 2016 com R$ 2.295.096,11 negativos, números confirmados pelo diretor-presidente, Joel Gross, que assumiu a gestão no início do ano, a expectativa que se tem de um governo tucano, é que uma empresa que onera os cofres públicos seja cedida à inciativa privada ou encontre formas de se sustentar o mais breve possível para não acabar mais um ano no vermelho.

Joel Gross

Demorou, mas chegou
Mesmo enviado e aprovado pelos vereadores em regime de urgência, não teve nada de urgência para que o repasse para o pagamento da conta de luz, água e funcionários da Fundação Scheffel chegasse até seu destino final. Aprovado no dia 10, o recurso de pouco mais de R$ 300 mil teria chego na última sexta-feira, 21, para a entidade.

O reflexo do caos
Lombra Grande, historicamente o bairro mais esquecido de Novo Hamburgo pelos administradores públicos, agora também foi esquecido pelo Governo Federal e não conta mais com uma agência dos Correios. Além disso, nossa cidade não contará mais com uma unidade da Farmácia Popular, que será fechada pelo Ministério da Saúde. É o reflexo do caos que se estabeleceu no país e afeta diretamente a vida dos cidadãos.

Compartilhar

Conexão Política – Para presidente do PT hamburguense houve descontinuidade do trabalho de Tarcísio Zimmermann

Avançar »

Coluna Conexão Política – Projeto prevê divulgação dos nomes dos servidores no portal Transparência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo
home_central_vertical