• Visualizações 1478

Coordenadoria da Mulher tem nova titular

Na tarde de segunda-feira, 22 de fevereiro, a nova titular da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres (CMulher), foi empossada no Centro Viva Mulher. Cida Braga assumiu o lugar de Anita de Oliveira, prometendo dar continuidade ao trabalho já desempenhado. “Tenho plena consciência de que devemos tornar cada vez mais as mulheres como protagonistas. Para isso, a Coordenadoria dará seguimento a tudo o que já foi feito até aqui, garantindo os direitos que toda mulher merece”, relatou Cida durante o discurso de posse.

Para a primeira-dama, Jorgia Seibel, Novo Hamburgo é uma cidade muito bem representada no quesito de políticas públicas pelos direitos das mulheres, por isso a CMulher é algo vital no Município. “Nós mulheres, merecemos ser respeitadas. Hoje, podemos dizer que em nosso Município a violência contra a mulher diminuiu significantemente, e isso é graças ao trabalho desempenhado pela Coordenadoria da Mulher”, agradeceu a primeira-dama.

Por fim, Anita de Oliveira agradeceu pela oportunidade de ter atuado frente a Coordenadoria por três anos, e que sai com sensação de dever cumprido, mas que ainda há muito a fazer pelas mulheres. “Tivemos muitos avanços, como a volta da Patrulha Maria da Penha, uma Delegacia da Mulher atuante novamente e em 2016, teremos a Casa Abrigo da Mulher, em Sapiranga. Novo Hamburgo e mais dois municípios serão atendidos lá. Isso é uma grande conquista, mas ainda temos que continuar avançando, nunca esquecendo a união, os direitos e a solidariedade que nós mulheres precisamos ter umas com as outras, para alcançarmos os nossos objetivos”, destaca Anita.

Perfil da nova coordenadora

Maria Ercilda Conde Braga, a Cida, tem 53 anos e é ativista do movimento feminista, atuando desde 2010 pelos direitos das mulheres. É graduada em Gestão Pública pela Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), em 2013, pós-graduada em Gestão Estratégica em Políticas Públicas pela UNICAMP (2015). Cida auxiliou no projeto da criação Casa do Abrigo da Mulher e comemora a volta da Patrulha Maria da Penha, em fevereiro de 2016.

 

Fotos: (Créditos – Jorge Boruszewsky)

 

Compartilhar

Golpe que promete videochamada no WhatsApp se dissemina no app

Avançar »

Polícia pede prisão preventiva de casal que arremessou bebê de carro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*