• Visualizações 1704

Simulação de acidente alerta a população para os perigos do excesso de velocidade

Uma cena da simulação de um acidente de trânsito chamou a atenção de pedestres e condutores que circulavam pelo Centro de Novo Hamburgo na manhã de terça-feira, dia 29 de setembro. Carros amassados, uma moto caída em baixo de um dos automóveis, atores ensanguentados e as sirenes das ambulâncias atraíram os olhares de curiosos. O objetivo foi alertar a população para os perigos do excesso de velocidade e da mistura de álcool e direção. As ações fazem parte da Semana Nacional de Trânsito, promovida pela Prefeitura de Novo Hamburgo, por meio da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (SESMUR), em parceria com o Centro de Formação de Condutores (CFC) Valderez.
Durante a interpretação, foram simulados os resgates de seis vítimas do acidente. Na cena, duas ocupantes de uma moto, após baterem em um carro, caíram sobre o asfalto ocasionando ferimentos. No carro, duas caroneiras com vários cortes no rosto e nos braços contaram com o auxílio dos socorristas para saírem do veículo. Em um outro cenário, os passageiros foram arremessados após o carro capotar. Apesar de ser uma interpretação, o movimento chamou a atenção de pedestres e motoristas que passavam pelo local. A lojista Nelci Elisete Horst da Silva, 53 anos, elogiou a dramatização. “A organização está de parabéns pelo excelente trabalho de conscientização. Parecia real. Fez o público refletir”, apontou.

Participaram da simulação agentes da SESMUR e da Guarda Municipal, socorristas do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Anjos do Asfalto, e Unimed, além de pessoas que atuaram como as vítimas do acidente. Durante o resgate de uma das vitimas os socorristas pediram o auxílio de algumas pessoas que assistiam, no sentido de fazer com que o público também interagisse com a dinâmica. Marcelo Chagas, 32 anos, foi uma das pessoas que contribuiu no atendimento a uma das vitimas da moto. “Sou trabalhador do setor de transporte, sei da importância de prestar corretamente os primeiros socorros”, disse.

Conforme o titular da SESMUR, Egon kirchheim, a simulação de acidente é uma atividade que causa um impacto muito significativo pela cena forte que ela apresenta. “Com isso, mostramos para a comunidade as consequências geradas por um acidente de trânsito”, ressalta Kirchheim. “A simulação ajuda a mostrar como acontece o atendimento às vítimas de acidentes de trânsito e também serve como treinamento para eventuais situações de emergências”, comenta a diretora de Trânsito, Regina Soares.

 

Fotos:  Paulo Barcelos

 

Compartilhar

Não será mais obrigatório extintor de incêndio em carros

Avançar »

Eleições do Conselho Tutelar ocorrem no domingo confira os locais de votação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*