• Visualizações 1935

Comércio mantém empregos no Rio Grande do Sul

Índice aponta que não houve demissões em massa no início do ano de 2015 em relação ao mesmo período do ano passado

O saldo de empregos no comércio do Rio Grande do Sul não sofreu alterações no início desse ano em comparação ao mesmo período de 2014. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o varejo gaúcho apurou saldo negativo de 4.786 vagas no primeiro mês no ano, enquanto em janeiro do ano passado, a queda foi de 4.792 postos de trabalho. De acordo com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS), a pesquisa indica que, em geral, os lojistas ainda não cederam diante das pressões recessivas.

“Os dados mostram que o comércio do Rio Grande do Sul não sucumbiu diante dos recessos na economia no começo do ano. Os lojistas estão mantendo os empregos dos funcionários. Porém, poucas contratações estão sendo feitas em alguns setores, como vestuário e produtos alimentícios” – explica o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

O setor que mais contratou em janeiro de 2015 foi o farmacêutico, seguido pelo combustível e pelas revistarias. O saldo de empregos gerais foi positivo de 8.338 contratações. Em todo país, apenas outros três estados conseguiram permanecer com as taxas de emprego positivas: Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso. Sendo assim, o levantamento nacional fechou o mês com saldo negativo de 81.774 vagas no mercado de trabalho.

 

Compartilhar

Reforma em debate nessa quinta

Avançar »

Nova greve dos caminhoneiros?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*