D’Alessandro volta e Inter goleia o América-MG

Com uma atuação de luxo do argentino, o Internacional venceu o América-MG por 4 a 2 na tarde desta quarta-feira, 07, no Beira-Rio, pela 22ª rodada do Brasileirão 2011.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O feriado de 7 de setembro, dia da Independência do Brasil, serviu para o Inter mostrar que é dependente de D’Alessandro. Sem o meia argentino, que ficou ausente dos últimos três jogos devido a uma lesão na posterior da perna esquerda, o Inter não conseguiu vencer seus adversários e só retomou o caminho da vitória com o retorno do seu camisa 10.

Pior para o América-MG, lanterna da competição, que veio até o Beira-Rio e foi derrotado por 4 a 2. Com o resultado, o Inter pode terminar a 22ª rodada do Brasileirão somente quatro pontos da zona de classificação à próxima Libertadores da América. Mas caso o Flamengo vença o Corinthians nesta quinta-feira, 08, o Colorado termina a rodada sete pontos atrás do Z4 e apenas nove pontos da liderança da competição.

No próximo domingo, 11, o Inter vai até São Paulo enfrentar o Palmeiras. O jogo é daqueles considerados de seis pontos, já que o clube paulista está dois pontos na frente do Colorado.

O Jogo

Escalado com todos os selecionados, Kléber, Oscar e Damião, e com o maestro D’Alessandro, o Inter foi a campo decidido a finalizar o lanterna ainda na primeira etapa.

Com a ajuda da torcida colorada, que foi em grande número ao Beira-Rio, aproveitando a promoção dos ingressos mais baratos no feriado de 7 de setembro, o Inter foi pra cima cedo e em 13 minutos já vencia por 3 a 0.

Aos 3 minutos, Andrezinho cobrou escanteio da direita e Rodrigo Moledo deu uma cabeçada forte no alto, sem chances para Neneca. Cinco minutos depois, uma jogada sensacional do trio colorado na Seleção Brasileira. Tudo começou com Damião que deu bom passe para Oscar. O meia avançou e tocou de calcanhar para Kleber entrar na área, ir à linha de fundo e cruzar para Damião entrar de carrinho e marcar o segundo gol colorado. O centroavante colorado chegou ao seu 10º no Brasileirão, o 36º gol na temporada.

Aos 11minutos, o volante Guiñazu invadiu a área e foi derrubado por Otávio. Luiz Flávio de Oliveira não teve duvidas e assinalou pênalti. Na cobrança, D´Alessandro marcou o terceiro do Inter e chegou ao seu quinto gol neste Brasileirão 2011.

Com 3 a 0, o América-MG resolveu mostrar para os vermelhos que mesmo sem Bolívar e Índio, dupla contestada pela imprensa e torcida, o Inter continua sofrendo gols em bola aérea. Aos 25 minutos, Marcos Rocha cruzou da direita e André Dias subiu mais que Nei para cabecear à queima-roupa. Muriel ainda tocou na bola, mas ela entrou.

O gol mineiro acendeu o alerta nos gaúchos, que na semana passada também vencia por 3 a 0 e deixou o Santos empatar. Então Oscar tratou de tranqüilizar o torcedor e fez um golaço. O camisa 16 invadiu a área, deu um corte seco no zagueiro e colocou no ângulo esquerdo de Neneca, marcando um golaço!

Mas a eficiência no ataque não era a mesma na defesa e novamente o Inter sofreu um gol pelo alto. Aos 36 minutos, a bola foi cruzada da direita para Kempes, que subiu mais que Nei e cabeceou para o chão. A bola foi nas mãos de Muriel, que falhou feio pela primeira vez no gol Colorado.

Dois minutos depois, o Inter quase sofreu mais um gol aéreo, quando Ulisses recebeu cruzamento e marcou de cabeça. Mas para sorte dos defensores o juiz anulou o lance e marcou impedimento.

Na segunda etapa faltou gol e sobrou confusão. Aos 4 minutos, D´Alessandro sofreu falta no ataque, mas Luiz Flávio de Oliveira não marcou. Nervoso, o camisa 10 foi tirar satisfação com o juiz e recebeu o cartão amarelo. Quando retornava para o ataque, D’Ale foi provocado pela zaga e empurrou um zagueiro que caiu no chão. O lance iniciou um bate-boca generalizado entre os jogadores. Na confusão, Damião recebeu amarelo.

Depois da discussão, o América tentava pressionar, mas o Inter não deixava o Coelho finalizar e ainda encaixava bons contra-ataques. Aos 21 minutos, D´Alessandro recebeu dentro da área, de costas para o gol, enganou a marcação e concluiu colocado no travessão. Já aos 40 minutos, Andrezinho recebeu de Ilsinho e chutou fraco, mas acabou sobrando dividida para Damião, que trombou com o zagueiro e fez o gol. O juiz, porém, anulou o lance por impedimento.

Ficha do Jogo:

Internacional (4): Muriel; Nei, Rodrigo Moledo (Bolatti), Juan e Kleber; Elton, Guiñazu, Andrezinho e D’Alessandro; Oscar (Ilsinho) e Leandro Damião (Jô). Técnico: Dorival Júnior.

América-MG (2): Neneca; Otávio, Micão e William; Marcos Rocha, Dudu (Leandro Ferreira), Amaral, Ulisses (Rodriguinho) e Gilson; Kempes e André Dias (Fábio Júnior). Técnico: Givanildo Oliveira.

Gols: Rodrigo Moledo (I), aos 3min do primeiro tempo, Leandro Damião (I), aos 8min do primeiro tempo, D´Alessandro (I), aos 13min do primeiro tempo, André Dias (A), aos 25min do primeiro tempo, Oscar (I), aos 34min do primeiro tempo, Kempes (A), aos 36min do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Dudu, Micão (A), Guiñazu, D´Alessandro, Damião, Juan (I).

Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira, auxiliado por Anderson Moraes Coelho e Herman Brumel Vani (trio paulista).

Criação novohamburgo.org

Compartilhar

Grêmio goleia no Olímpico e Inter empata no Ceará

Avançar »

Jogo de “seis pontos” em Pituaçu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*