Grêmio volta a vencer e Inter empata em Pituaçu

Depois de 33 dias sem vitória, o Grêmio venceu o Fluminense por 2 a 1, de virada, e abriu 3 pontos da zona de rebaixamento. Já o Inter saiu vencendo, perdeu muitos gols e acabou empatando em 1 a 1 com o Bahia, em Pituaçu.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A dupla Gre-Nal entrou em campo neste domingo, 14, no fechamento da 16° rodada do Campeonato Brasileiro de 2011. O Grêmio venceu o Fluminense, no Olímpico, e reencontrou o caminho da vitória, após quatro empates e uma derrota. Já o Inter foi a Pituaçu, saiu na frente, ficou com um jogador a mais e mesmo assim permitiu a reação do Bahia.

No Olímpico, muita chuva e pouco público estragaram a beleza do espetáculo. Mas os tricolores gaúchos quem foram ao Monumental não se arrependeram de enfrentar o tempo úmido e viram a equipe de Celso Roth retomar o caminho da vitória.

Porém, o início foi complicado e os azuis presenciaram outra falha do goleiro Victor. Aos 24 minutos, Carlinhos apareceu pela esquerda e cruzou. Victor saiu mal do gol e Fred aproveitou a falha de seu companheiro de seleção para abrir o placar. O gol irritou os gremistas, que passaram a vaiar o goleiro Victor e o meia Marquinhos.

Só que no futebol as vaias podem se transformar em aplausos após um lance e foi assim com Marquinhos. Aos 31 minutos, o meia que substituía Douglas, invadiu a área pela esquerda e mesmo caindo chutou, a bola desviou na saga carioca e enganou Diego Cavalieri. Era o empate do Grêmio.

O gol deu confiança ao meia e fez a torcida incentivar o time. Mesmo com pouca produtividade, mas com o apoio da arquibancada, o Grêmio passou a dominar o Flu e nos acréscimos chegou à virada, novamente com Marquinhos.

Em cobrança de falta perfeita, aos 46 minutos, o meia colocou por cima da barreira, no ângulo esquerdo de Diego Cavalieri, que mesmo se esticando todo não conseguiu evitar o segundo gol de Marquinhos, no jogo, e no Grêmio.

Na segunda etapa o Fluminense se encheu de atacantes, mas praticamente não criou. O Grêmio seguiu realizando uma partida com pouca técnica, mas com muita disposição segurou a primeira vitória sobre o comando de Celso Roth.

Com a vitória, o Tricolor gaúcho subiu para 18 pontos e deixa a zona de rebaixamento, chegando à 14ª colocação. Já o Fluminense permanece com 21, em 9º na tabela. Na próxima quarta-feira, 17, às 19h30min, o Grêmio visita o Ceará no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.

Já em Pituaçu, Bahia e Inter fizeram um jogo muito igual. Com duas expulsões, uma de cada lado, dois gols anulados e dois validados, um para cada equipe, e vários gols perdidos, os finalistas do Campeonato Brasileiro de 1988 realizaram uma partida onde o empate foi o resultado perfeito pela produção das duas equipes.

O Bahia balançou a rede primeiro, mas o gol foi anulado pelo bandeirinha, que erradamente assinalou impedimento. Depois foi a vez do Inter fazer o seu gol, mas o árbitro assinalou falta de Jô e anulou o que seria o primeiro gol do atacante com a camisa colorada.

Aos 40 minutos, a bola voltou a encontrar a rede, mas desta vez sem o arbitro invalidar. Leandro Damião, fez para o Inter depois de aproveitar uma reposição de bola do goleiro Muriel, que atravessou o campo e caiu nos pés do goleador colorado. Na comemoração, Damião fez o bigode e homenageou o seu pai, o Sr. Natalino.

Antes que o primeiro tempo chegasse ao fim, o Inter ainda desperdiçou uma chance incrível. Elton cobrou falta de longe, Marcelo Lomba defendeu, e Tinga, na cara do gol, chutou para fora, rente à trave direita.

Na segunda etapa, o Bahia ficou com um jogador a menos, quando aos 16 minutos o volante Fabinho fez falta em João Paulo e recebeu o cartão vermelho. Mesmo com um a menos o técnico René Simões colocou Lulinha e Jones nas vagas de Carlos Alberto e Reinaldo. As mudanças surtiram efeito, e o Bahia encurralou o Inter.

Aos 29 minutos, Elton, em cima da linha, impediu o gol de Fahel. Três minutos depois, Thiego foi agarrado por Índio dentro da área e o juiz marcou pênalti e expulsou Índio, que já tinha o cartão amarelo.

Na cobrança, Jobson bateu forte no canto direito de Muriel, que acertou o canto, e empatou o jogo. Na comemoração, o atacante correu para o banco de reservas e abraçou Carlos Alberto, com quem havia se desentendido no treino de quinta-feira.

O jogo ficou aberto, e o Bahia foi em busca da virada. Apesar disso, a grande chance de desempatar a partida caiu nos pés do time gaúcho. Após cruzamento da direita, Leandro Damião dividiu com Paulo Miranda e a bola sobrou para João Paulo, que, de dentro da pequena área, jogou para fora a chance da vitória colorada.

Com o resultado o Inter não conseguiu se aproximar do G4. Mas agora a torcida vermelha pode ajudar o time, já que o colorado tem dois jogos considerados de seis pontos, dentro do estádio Beira-Rio. Na quarta-feira, 17, às 21h50min, o Inter recebe Botafogo. No domingo, às 16 horas, o confronto é contra o Flamengo.

Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, após 16 rodadas:

FOTO: reprodução / GloboEsporte.com / internacional.com.br

Compartilhar

Palmeiras X Grêmio: André Lima burla a regra e Marcos Assunção é prejudicado

Avançar »

Grêmio é goleado pelo Ceará e Inter vence o Botafogo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*