Grêmio é derrotado e São Paulo dispara na liderança

Tricolor gaúcho não suportou a pressão do São Paulo, no estádio do Morumbi, foi derrotado por 3 a 1 e viu os paulistas se isolarem na liderança do Campeonato Brasileiro de 2011.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Neste sábado, 11, o Grêmio entrou sonolento, errou muito e perdeu por 3 a 1 para o São Paulo. A partida válida pela quarta rodada do Brasileirão 2011 confirmou a boa fase do tricolor paulista, que segue com 100% na competição.

A vitória deixa o São Paulo ainda mais líder, agora com 12 pontos em quatro jogos. Já o Grêmio permanece com seis pontos, caiu para sétimo e ainda pode perder mais cinco posições com os jogos deste domingo, 12.

Casemiro, aos 13 minutos do primeiro tempo, abriu o placar para o São Paulo. O volante recebeu na lateral esquerda da área e chutou forte, a bola desviou em Rochemback e enganou Victor.

Depois do gol, o São Paulo começou a pressionar o Grêmio, que muito apático, não conseguia criar oportunidades para empatar. O jogo manteve esse panorama até o fim do primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Grêmio chegou ao gol de empate, mas quis o destino que não fosse de um jogador do tricolor gaúcho. Casemiro, autor do gol do São Paulo, foi cortar um cruzamento e acabou cabeceando contra o gol defendido por Rogério Ceni.

Porém, aos 16 minutos, foi a vez do meia Douglas devolver a gentileza. O camisa 10 gremista recuou errado e a bola caiu nos pés de Lucas, que de primeira, deixou Marlos na cara de Victor. O meia invadiu a área e chutou forte, marcando o segundo dos paulistas.

O Grêmio não desistiu de buscar o empate, mas Dagoberto tratou de acabar com as esperanças da equipe de Renato Gaúcho. Aos 39 minutos o atacante fez linda jogada e tocou para Jean driblar Victor e fazer o terceiro.

No fim Dagol ainda cavou a expulsão de Rafael Marques. Provocado, o zagueiro do Grêmio perdeu a cabeça e acertou uma leve cabeçada no atacante, ato visto pelo árbitro Paulo Henrique Bezerra.

Na saída de campo Rafa Marques falou que Dagoberto xingou sua mãe e o atacante do tricolor  paulista respondeu que não é moleque e classificou o zagueiro do grêmio como jogadorzinho.

“Ele tem que ser homem acima de tudo. Jamais eu faria isso, xingaria a mãe dele. Sou um profissional, jamais faria isso. Ele me deu uma cotovelada e só falei para ele jogar futebol. Infelizmente, ele é um jogadorzinho. Falei que estou aqui para jogar futebol. Eu sou homem. Não sou moleque, não sou garoto. Ele que está sendo isso. Jamais xingaria a mãe dele.”, se defendeu Dagoberto.

As duas equipes voltarão a campo no próximo final de semana. O time paulista irá no domingo, 19, a Fortaleza para enfrentar o Ceará. Já os gaúchos buscarão a reabilitação no estádio Olímpico contra o Vasco, no mesmo dia.

FOTO: reprodução / gremio.net

Compartilhar

Depois de “vencer” o vulcão, Grêmio enfrenta o líder São Paulo

Avançar »

Damião empata no fim e livra Internacional das vaias

Um comentário

  1. 12 de junho de 2011

    liandro

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*