Grêmio recebe a Universidad Católica na abertura das oitavas

Sem poder contar com todos os titulares, mas com a força do Olímpico, Tricolor começa batalha contra chilenos às 19h30min.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Terça-feira, dia 26, 19h30min: lugar de gremista é no estádio Olímpico. O Grêmio recebe a Universidad Católica, na abertura das oitavas-de-final da Libertadores 2011.

Leia Mais

Jogos de volta da dupla Gre-Nal serão na quarta

Uma vitória tricolor é fundamental para que a equipe de Renato Gaúcho leve uma boa vantagem para o Chile, na próxima quarta-feira, 04. A direção espera casa cheia. Pelo menos 35 mil pessoas devem empurrar o time rumo às quartas-de-final.

Mesmo sem poder contar com Victor e Lúcio, machucados, e Rodolfo, suspenso, o técnico Renato Gaúcho acredita na força do torcedor gremista e confia que com um Olímpico lotado possa superar essas ausências importantes.

Para isso, o técnico fez um apelo e exigiu a presença de 40 mil gremistas, nesta noite no Olímpico. Renato sabe que para muitos torcedores será complicado cumprir sua exigência, já que o horário inicial da partida não ajuda.

Se quiser chegar antes das 19h30min, o torcedor precisará se desvencilhar de várias situações. A primeira é a profissional, já que muitos trabalhadores terminam seu turno perto do horário do jogo. A segunda e mais preocupante e enfrentar os engarrafamentos, já que este horário é o período de maior tráfego nas ruas de Porto Alegre e BR-116.

Mas após o treinamento, na entrevista coletiva, o técnico Renato Gaúcho ensinou alguns “dribles” para que os torcedores possam lotar o Olímpico. “Sei que o horário é complicado, mas dane-se o patrão. Não vai ao trabalho, sai antes…se o patrão for colorado, sai uma hora antes e manda descontar na folha. Amanhã a gente conta com a força da torcida, pelo menos 40 mil torcedores”, aconselha Renato Gaúcho.

Escalações

Renato manda o Grêmio a campo com: Marcelo Grohe; Gabriel, Rafael Marques, Neuton e Gilson; Fábio Rochemback, Adilson, Willian Magrão e Douglas; Leandro e Borges.

O técnico Juan Antônio Pizzi escala a Universidad Católica no sistema tático 4-2-3-1, mesmo usado por Roth quando técnico do Inter, e deve ter Garcés; Valenzuela, Martínez, Henríquez e Eluchans; Ormeño e Silva; Meneses, Tomas Costa e Cañete (Mirosevic); Pratto.

FOTO: Criação novohamburgo.org

Compartilhar

Jogos de volta da dupla Gre-Nal serão na quarta

Avançar »

Agora é pra valer! Grêmio começa luta por vaga nas quartas

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*