• Visualizações 1176

Alemanha e Argentina vencem e fazem duelo de campeões nas quartas-de-final

Ajudados pelas arbitragens, alemães e argentinos venceram ingleses e mexicanos, respectivamente, e se enfrentam nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O domingo, dia 27, entra para a história do futebol mundial, como o dia que os árbitros deram uma mãozinha para as seleções da Alemanha e Argentina conquistarem sua vaga na próxima fase da Copa do Mundo da África do Sul. Agora alemães e argentinos se enfrentam nas quartas de final do mundial.

O estádio Free State Stadium, em Bloemfontein, foi o palco do maior clássico, até o momento, da Copa do Mundo da África do Sul. Alemanha e Inglaterra mediram forças em busca de uma vaga nas quartas de final.

Os alemães abriram o placar com Klose, aos 20 minutos da primeira etapa, e ampliaram aos 32 minutos com Podolski. Os ingleses descontaram cinco minutos depois com Upson e só não chegaram ao empate com Lampard porque o árbitro Jorge Larrionda não viu a bola quicar 33 centímetros, dentro do gol, depois do chute do camisa 8 tocar no travessão. Não houve repetição no telão do Free State Stadium, mas a sensação é de que todos os presentes viram que a bola entrou. Na saída para o intervalo, o ídolo David Beckham, que está auxiliando a comissão inglesa nesta copa, foi interpelar a arbitragem, mostrando com as mãos o quanto a bola havia entrado.

No segundo tempo a Alemanha se limitou a explorar os contragolpes e  foi assim que matou o jogo. Aos 22 minutos, Lampard bateu falta na barreira, Terry tentou pegar a sobra e foi desarmado. Müller então fez lançamento longo para Podolski, na ponta esquerda, e tratou de cruzar o campo para receber de volta, na entrada da área. O camisa 13 soltou a bomba e James ainda tocou na bola, mas não conseguiu fazer a defesa.

Três minutos depois, em nova bola tomada na defesa, Klose lançou Özil. O camisa 8 avançou até dentro da área e rolou para Müller balançar mais uma vez a rede inglesa. Fim de jogo, 4 a 1 para a Alemanha e vaga nas quartas de final.

Já no Soccer City 84.337 torcedores viram o México ser incrivelmente prejudicado pelo árbitro Roberto Rosetti ao ignorar o impedimento claríssimo de Tevez, aos 26 minutos, no primeiro gol argentino. Depois de muita reclamação mexicana a bola voltou a rolar e a Argentina não demorou para ampliar.

Em nova falha, desta vez do zagueiro mexicano Osório, os argentinos chegaram ao seu segundo gol. Na entrada da área, o camisa 5 recebeu a bola sozinho, tranquilo, soberano, só ele e a Jabulani. Mesmo assim conseguiu se enrolar todo. Entregou o ouro para Higuaín, que, surpreso com o presente, invadiu a área e teve frieza para driblar o goleiro antes de fazer o segundo.

Na segunda etapa Tevez voltou a marcar. O ex-corintiano acertou uma bomba, de fora da área, no ângulo esquerdo de Perez e aos 7 minutos já definia o adversário da Alemanha nas quartas de finais. Hernández, aos 24 minutos, descontou para os mexicanos, mas não impediu a festa dos comandados de Maradona.

FOTOS: Reuters

Compartilhar

Uruguai vence a Coreia do Sul e garante o primeiro Sul-Americano nas quartas de final

Avançar »

Copa do Mundo 2010: Torcida hamburguense mobilizada para assistir Brasil e Chile

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*