Fórmula 1: Vettel vence na Bélgica e chega a sétima vitória, em 2011

Piloto alemão da RBR chega na frente pela sétima vez no ano, desta vez no GP da Bélgica, e se encaminha para conquistar o mundial 2011. Massa chega em oitavo, Bruno Senna em décimo terceiro e Rubinho termina na décima sexta colocação.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Após três corridas sem vencer, o alemão Sebastian Vettel chega novamente na frente e vence o GP da Bélgica. Mesmo com problemas de bolhas nos pneus dianteiros, por causa do acerto de pista molhada para os treinos, o piloto da RBR fez uma corrida agressiva e somado o melhor carro com a melhor tática superou os rivais em Spa-Francorchamps. Com a sétima vitória, em 2011, Vettel ampliar a vantagem na liderança do Mundial para 92 pontos.

O australiano Mark Webber, companheiro de Vettel na RBR, fez uma corrida de recuperação e com um excelente desempenho chegou na segunda colocação. Jenson Button, da McLaren, que saiu apenas em 13º, ousou na tática, fez um pit stop precoce, andou a maior parte da corrida com os pneus macios, fez várias ultrapassagens e foi premiado com um pódio. Fernando Alonso, que vinha em terceiro, foi superado pelo inglês no fim. O espanhol da Ferrari teve de se contentar com a quarta posição.

Os brasileiros não tiveram um bom desempenho. Felipe Massa, da Ferrari, não conseguiu ultrapassar Nico Rosberg, sofreu um furo de pneu no fim e chegou na oitva colocação. Bruno Senna, que fez sua estréia na temporada com a Renault-Lotus, tocou em Jaime Alguersuari, perdeu muitas posições, precisou trocar o bico do carro e ainda acabou punido. Com todos esses percalços, o sobrinho de Ayrton Senna chegou apenas em 13º. Rubens Barrichello, da Williams, tocou em Kamui Kobayashi no fim, também precisou trocar o bico e chegou em 16ª.

Agora a Fórmula 1 volta a se encontrar somente no dia 11 de setembro, para a disputa do GP da Itália, no circuito de Monza, que é considerado o “quintal” da casa da Ferrari.

Confira o resultado final do GP da Bélgica (308,052 quilômetros):

1 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – 44 voltas em 1h26m44s893
2 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – a 3s741
3 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – a 9s669
4 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 13s022
5 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – a 47s464
6 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 48s674
7 – Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) – a 59s713
8 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 1m06s076
9 – Vitaly Petrov (RUS/Renault-Lotus) – a 1m11s917
10 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth) – a 1m17s615
11 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – a 1m23s994
12 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – a 1m31s976
13 – Bruno Senna (BRA/Renault-Lotus) – a 1m32s985
14 – Jarno Trulli (ITA/Lotus-Renault) – a 1 volta
15 – Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault) – a 1 volta
16 – Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) – a 1 volta
17 – Jerome d’Ambrosio (BEL/MVR-Cosworth) – a 1 volta
18 – Timo Glock (ALE/MVR-Cosworth) – a 1 volta
19 – Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth) – a 1 volta

Não completaram:
Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari) – a 17 voltas/mecânico
Daniel Ricciardo (AUS/Hispania-Cosworth) – a 31 voltas/mecânico
Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – a 32 voltas/acidente
Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) – a 38 voltas/asa traseira
Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) – a 44 voltas/acidente

Melhor volta: Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – 1m49s883, na 33ª

FOTO: AFP

Compartilhar

Copa Laci Ughini: Invencibilidade mantida e liderança conquistada

Avançar »

Ricardo Gomes segue em estado estável

Um comentário

  1. antonio cesar oliveira freitas
    28 de agosto de 2011

    odiei

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*