Fórmula 1: Dobradinha da Ferrari no Bahrein

Fernando Alonso vence o no Bahrein, primeiro Grande Prêmio de 2010, Felipe Massa chega em segundo e Lewis Hamilton completa o pódio na terceira colocação.

Da Redação redacao@novohamburgo.org

Foi dada a largada para a temporada 2010 da Fórmula 1. Maior competição do automobilismo mundial teve sua primeira prova neste domingo, 14, no Bahrein.

O espanhol Fernando Alonso foi o primeiro, seguido de perto pelo brasileiro Felipe Massa e pelo inglês Lewis Hamilton. Rubens Barrichello foi o décimo e Lucas di Grassi e Bruno Senna abandonaram a prova com problemas mecânicos.

A Corrida

O alemão Sebastian Vettel largou na pole position e manteve a ponta até a 34ª volta quando sua RBR teve uma queda brusca de rendimento sendo ultrapassado pelo espanhol Fernando Alonso e logo em seguida pelo brasileiro Felipe Massa, que foi ultrapassado logo na largada pelo espanhol. Com a queda de potência no carro, Vettel perdeu também a terceira posição para a McLaren de Lewis Hamilton, terminando em quarto.

Atrás de Vettel chegaram os dois alemães da Mercedes: em quinto, Nico Rosberg, e em sexto o heptacampeão Michael Schumacher, que voltou à Fórmula 1 após três anos de aposentadoria.

O inglês da MacLaren Jenson Button foi o sétimo, seguido pelo austríaco Mark Webber, pelo italiano Vitantonio Liuzzi e pelo brasileiro Rubens Barrichello, que completou a zona de pontuação na décima posição.

Lucas di Grassi e Bruno Senna, brasileiros estreantes na categoria, não completaram a prova. A VRT de di Grassi teve problemas logo na terceira volta e logo em seguida parou na caixa de britas, já Senna foi um pouco mais longe, abandonando com problemas hidráulicos na décima sétima volta.

Confira o resultado do GP do Bahrein:

1 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 49 voltas em 1h39m20s396
2 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 16s099
3 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – a 23s182
4 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – a 38s713
5 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 40s263
6 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – a 44s180
7 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – a 45s260
8 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – a 46s308
9 – Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes) – a 53s089
10 – Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) – a 1m02s400
11 – Robert Kubica (POL/Renault) – a 1m09s093
12 – Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) – a 1m22s958
13 – Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) – a 1m32s656
14 – Nico Hulkenberg (ALE/Williams-Cosworth) – a 1 volta
15 – Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth) – a 1 volta
16 – Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) – a 3 voltas
17 – Jarno Trulli (ITA/Lotus-Cosworth) – a 3 voltas

Não completaram:
Pedro de la Rosa (ESP/Sauber-Ferrari) – a 19 voltas/mecânico
Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth) – a 31 voltas/motor
Timo Glock (ALE/VRT-Cosworth) – a 32 voltas/hidráulico
Vitaly Petrov (RUS/Renault) – a 35 voltas/suspensão
Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – a 37 voltas/mecânico
Lucas di Grassi (BRA/VRT-Cosworth) – a 46 voltas/hidráulico
Karun Chandhok (IND/Hispania-Cosworth) – a 47 voltas/acidente

Melhor volta:

Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1m58s287, na 45ª volta

Com informações GloboEsporte.com

FOTO: reprodução / Agência AP

Compartilhar

Fórmula Indy: Brasil vira vergonha mundial

Avançar »

Mundial Indoor: Isinbayeva cai e Fabiana Murer é ouro em Doha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*