• Visualizações 1158

Gramado do Olímpico é considerado o melhor do Brasileirão

Estádio tricolor foi classificado como o melhor para se jogar por seis dos vinte capitães que disputam a Série A do Brasileirão 2010.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O gramado do Estádio Olímpico foi eleito o melhor do Brasileirão pelos 20 capitães dos clubes que participam da Série A.

O estádio tricolor conseguiu seis votos, o dobro de Beira-Rio, Morumbi e Pacaembu, que aparecem logo atrás. A votação foi realizada 25 e 28 de setembro. “Fiquei contente com a escolha, pois esta preocupação com o gramado sempre houve. Nossa marca já é forte, este é mais um valor que se soma”, festejou Duda Kroeff, presidente do Grêmio.

O dirigente divide os méritos com a engenheira agrônoma Maristela Kuhn, responsável por cuidar do gramado. Segundo ela, para se ter um bom campo, não é necessário apenas uma obra bem feita. A grama precisa receber tratamento durante toda a temporada.

“O segredo é não parar de tratar o campo. No Grêmio, temos um plano que é seguido à risca pelos envolvidos. Visitei alguns campos da África do Sul e creio que temos gramados no Brasil que não devem nada aos do último Mundial. Mas não são muitos. Se houvesse uma inspeção mais rígida no que diz respeito às boas condições dos gramados brasileiros, poucos passariam em um teste”, diz a engenheira agrônoma.

Já o Engenhão, alvo de pesadas críticas de Luiz Felipe Scolari, técnico do Palmeiras, foi apontado como o pior campo, com nove votos. Por meio da assessoria de imprensa do Botafogo, o presidente Maurício Assumpção informou que todas medidas necessárias para a melhorar o campo de jogo do Engenhão já foram tomadas. Atrás do Engenhão está o Barradão, com cinco votos, o Prudentão, com quatro, e o Brinco de Ouro e o Raulino de Oliveira, com um voto cada.

Ao contrário do que possa parecer, o custo de manutenção mensal de um gramado não é alto: gira em torno de R$ 4 mil. Despesa muito mais baixa do que os aproximadamente R$ 9 milhões investidos na contratação de Maicosuel, vítima ilustre do mau estado do Engenhão, que hoje abriga jogos de Botafogo, Flamengo e Fluminense.

Votaram os capitães Bolívar (Inter), Darío Conca (Fluminense), Edu Dracena (Santos), Fábio (Cruzeiro), Fábio Rochemback (Grêmio), Fernando Prass (Vasco), Geraldo (Ceará), Harlei (Goiás), Kléber (Palmeiras), Leandro Guerreiro (Botafogo), Léo Moura (Flamengo), Marcinho Guerreiro (Avaí), Márcio (Atlético-GO), Paulo Baier (Atlético-PR), Paulo César (Grêmio Prudente), Renan (Guarani), Ricardinho (Atlético-MG), Rogério Ceni (São Paulo), Vanderson (Vitória) e William (Corinthians).

Informações de ClicRBS

FOTO: reprodução / página oficial do Grêmio

Compartilhar

Inter: Ingressos à venda para o Mundial de Clubes

Avançar »

Inter permanece entre os 10 primeiros do ranking da IFFHS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*