• Visualizações 1032

Gauchão 2010: Grêmio, 50 vezes imbatível no Estádio Olímpico

Tricolor fez 2 a 0 no Esportivo neste domingo, 28, e chegou a incrível marca de 50 jogos invicto dentro de casa. Vitória valeu ainda primeiro lugar garantido na Chave 1.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O Grêmio venceu o Esportivo, na noite deste domingo, 28, em partida válida pelo segundo turno do Campeonato Gaúcho. Lidera a Chave 1 e chega a impressionantes 50 jogos de invencibilidade dentro de casa.

Leia Mais

Inter perde mais uma, agrava a crise e cai para o quarto lugar na Chave 2

Agora, o Tricolor muda seu foco para a Copa do Brasil, onde neste quinta-feira, 1° de abril, enfrenta o Votoraty no estádio Olímpico, ás 19h30min. Só perde a vaga na próxima fase se for derrotado com dois gols ou mais do adversário. 1 a 0 para o Votoray leva a decisão para os pênaltis.

O Jogo

Sem o meia Douglas, que se lesionou no treino de sábado, Mithyuê ficou com a missão de vestir a camisa 10. Era a chance do garoto oriundo do futsal conquistar de vez a torcida gremista.

Como já era de se esperar o Grêmio partiu para cima do Esportivo e logo aos 2min quase abriu o placar, depois de um escanteio cobrado por Edílson. Dois minutos mais tarde foi a vez de Jonas assustar o goleiro Caio. O atacnte recebeu pela esquerda, cortou a marcação e chutou na trave, no rebote o centroavante William cruzou para fora.

A pressão tricolor era forte e o gol não demorou a sair. Aos 11min novamente Jonas, desta vez o atacante fez linda jogada e tocou para William Magrão, livre de marcação, o volante dominou a bola e chutou rasteiro no canto direito de Caio, abrindo o placar para o Grêmio.

Mesmo após o gol, o Tricolor não parou de atacar. Jonas, William Magrão, Mithyuê e William levaram perigo ao gol do Esportivo, quase ampliando o placar.

Somente aos 29min, o Esportivo levou perigo ao gol gremista. Robson cruzou para Rodrigo Ítalo, que pegou de primeira, mas jogou para fora.

Após esse lance o Grêmio voltou a pressionar, aos 35 minutos, William Magrão fez bonita jogada pelo meio, passou para Jonas, que chutou forte, em cima do arqueiro do Esportivo. No final do primeiro tempo, Mithyuê driblou os zagueiros, em uma jogada típica do Futsal e chutou por cima do gol.

SEGUNDO TEMPO – Com a vantagem no placar o Tricolor voltou com o ritmo mais lento, mas nem assim deixou de dominar e atacar o Esportivo. Mithyuê, Maylson, Edílson, William Megrão, Jonas e William, se movimentavam pelo campo todo e comandavam os ataques do Tricolor.

Aos 12min veio a recompensa pela grande movimentação, o meia Mithyuê recebeu a bola no lado esquerdo, enfrentou o marcador e depois de pedalar fez o cruzamento rasteiro para Mithyuê, que de perna direita, ampliou o placar para o Grêmio.

Com 2 a 0 no placar o Grêmio tirou o pé, mas a fragilidade do Esportivo era tanta que mesmo sem fazer força o Grêmio não parava de atacar, mas sem ampliar o placar.

No fim do jogo o lateral direito Edílson revelou o pensamento do grupo Tricolor ao falar da sequência de vitórias.

– Fico feliz com a sequência de vitórias, mas não podemos nos empolgar. É muito cedo ainda, destacou o lateral Edilson.

O fato negativo do jogo ficou por conta das acusações dos zagueiros Rafael Marques (Grêmio) e Onildo (Esportivo). O jogador tricolor acusa Onildo de ter deferido um soco no estômago e um cuspe no rosto. Por outro lado o jogador do esportivo acusa Rafael Marques de tê-lo menosprezado por jogar em uma equipe de menor expressão.

– O que ele falou não é de homem. O futebol dá voltas. Ele falou que estou nesse time e que vou passar fome sempre – afirmou Onildo.

Ficha do jogo:

Grêmio (2): Victor; Edílson, Rafael Marques, Rodrigo (Ozeia) e Fábio Santos; Ferdinando (Fábio Rochemback), William Magrão, Maylson e Mythyuê (Bérgson); Jonas e William. Técnico: Silas.

Esportivo (0): Caio; Onildo, Fábio Fidélis e William; Róbson, Yuri (Pepe), Salini (Flaviano), Matheus e Rodrigo Ítalo; Cristiano Tiririca (Terrão) e Rafael Santiago. Técnico: Leandro Machado.

Gols: William Magrão, aos 11min do primeiro tempo; Maylson, aos 12min do segundo tempo para o Grêmio.

Cartões Amarelos: Fábio Rochemback (Grêmio) e William, Salini e Yuri (Esportivo)

Estádio: Estádio Olímpico. Data: 28/03/2010. Árbitro: Anderson Daronco

FOTO: reprodução / gremio.net

Compartilhar

Gauchão 2010: Novo Hamburgo perde na Capital e vê Grêmio assumir liderança geral

Avançar »

Gauchão 2010: Ingressos para Noia e Inter começam ser vendidos nesta terça-feira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*