• Visualizações 704

Pedido da CBF sobre o caso Héverton é negado pelo STJ

A entidade tentou aumentar a amplitude da liminar concedida pelo STJ na definição do conflito de competência colocado por um advogado torcedor do clube paulista. Portuguesa estuda possibilidade de entrar com ação na Justiça Comum.

Da Redação (redacao@novohamburgo.org) (Siga no Twitter) 

Foi negado pelo Superior Tribunal de Justiça – STJ o pedido feito pela Confederação Brasileira de Futebol – CBF para que todas as ações que envolvem o caso do meia Héverton da Portuguesa, passassem a ser julgados pela 2ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A entidade tentou aumentar a amplitude da liminar concedida pelo STJ na definição do conflito de competência colocado por um advogado torcedor do clube paulista.

Toda esta confusão começou na última rodada do campeonato Brasileiro de 2013, em jogo entre Portuguesa e Grêmio, onde durante o decorrer da partida Héverton, jogador da lusa, foi escalado e entrou em campo de forma irregular. Na época, o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva – STJD julgou o caso e condenou o clube com a perda quatro pontos na tabela, o que fez com que o time do Canindé caísse para a segunda divisão, a chamada Série B, e Fluminense que estava atrás do clube na tabela permanecesse na primeira divisão.

O Ministério Público do Consumidor de São Paulo entrou com uma ação civil pública reivindicando os quatro pontos que foram tirados da Lusa. O caso ainda não teve um desfecho, mas o próprio clube paulista esta estudando as possibilidades de entrar com uma ação na Justiça Comum para jogar o campeonato brasileiro da Série A em 2014.

Informações de cp
FOTO: reprodução / Arena

Compartilhar

Com pagamento do Barcelona a receita espanhola, Neymar se torna a maior contratação da história

Avançar »

Clube alemão faz sondagem para tentar contratar Wendell

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*