• Visualizações 583

Felipão reencontra Portugal em amistoso da Seleção Brasileira nesta terça

Técnico gaúcho levou portugueses ao vice-campeonato europeu e às semifinais da Copa de 2006. Nani, meia-atacante do Manchester United, da Inglaterra, substituirá Cristiano Ronaldo, poupado para tratar tendinite.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Às 22 horas, a Seleção Brasileira encara Portugal no gramado do Estádio Gillette, em Foxboro, a 35 quilômetros de Boston.

O amistoso também marcará o reencontro entre Felipão e a seleção portuguesa, que ele levou ao vice-campeonato europeu e às semifinais da Copa do Mundo de 2006. Como técnico de Portugal, Scolari, como era chamado pelos portugueses, nunca perdeu para a Seleção. Foram dois amistosos e duas vitórias lusitanas.

“Tenho cidadania italiana, mas considero Portugal como minha segunda pátria. Lá, vivi seis anos fantásticos. Certamente, vou sentir aquele aperto no coração,” disse Felipão, em entrevista após o treinamento de segunda-feira, quando também anunciou que o goleiro Julio César estará no Mundial.

Ausente na goleada sobre a Austrália, com uma entorse no tornozelo direito, Oscar treinou na última atividade e deve ser titular. A novidade pode ser a saída de Bernard, substituto de Hulk, para a entrada do meia. O volante Ramires permanecerá no time, ao lado de Paulinho e Luiz Gustavo.

Enfrentar Portugal sem sua principal estrela, Cristiano Ronaldo, é mais fácil, mas não quer dizer que o jogo será simples para o Brasil. A “Seleção das Quinas”, como é chamada, tem um time forte, com jogadores que atuam em grandes clubes da Europa, como o lateral-esquerdo Fábio Coentrão e o zagueiro Pepe, do Real Madrid, por exemplo.

“Portugal continua a ser uma boa equipe mesmo sem ele (Cristiano Ronaldo). Os jogadores, quando ele não está, querem mostrar mais serviço,” afirma Rui Miguel Melo, repórter do principal jornal de esportes português, A Bola.

Fator Cristiano Ronaldo

Nani, meia-atacante do Manchester United, da Inglaterra, substituirá Ronaldo, poupado para tratar de uma tendinite na coxa esquerda. Na sexta-feira, o jogador do Real Madrid marcou três gols, virou o jogo sobre a Irlanda do Norte (4 a 2) e garantiu Portugal na ponta do Grupo F das Eliminatórias.

Cristiano Ronaldo ultrapassou o craque Eusébio e se tornou o segundo maior artilheiro da seleção, com 43 gols em 106 jogos. Está atrás apenas de Pauleta, hoje aposentado, que marcou vários de seus 47 gols sob a batuta de Felipão.

A equipe do técnico Paulo Bento, 44 anos, atua no 4-3-3, com três homens de frente. O sistema é ofensivo, mas Nani e Vieirinha (do Wolfsburg-ALE), os atacantes pelas pontas, recuam quando o time está sem a bola. Hélder Postiga, do Valencia, será o centroavante.

Brasil e Portugal se enfrentaram 19 vezes, com 12 vitórias brasileiras, quatro vitórias portuguesas e três empates.

Informações de ZH

FOTO: reprodução / terra

Compartilhar

Jorge Henrique sente dores e não joga contra o Santos

Avançar »

Fórmula 1: Raikkonen substituirá Felipe Massa na Ferrari em 2014

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*