• Visualizações 512

Dupla Gre-Nal: Luxa agradece empenho do grupo e Dunga culpa “escolhas erradas”

Vitória sobre Santa Fé por 2 a 1 teve festa no vestiário e absolvição a zagueiro Cris. Dunga comentou sobre dificuldades em criar jogadas e do abuso de lances pelo meio, não utilizando tanto Gabriel e Fabrício.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Impedido de comandar o time no campo, devido à suspensão de seis jogos imposta pela Conmebol, Luxa só teve contato com o grupo após a partida. Tratou de agradecer o empenho, graças aos 2 a 1 contra o Santa Fé, apesar da expulsão do zagueiro, na noite desta quarta-feira, dia 1°, na Arena conforme descrição de Elano:

“A gente sabe que foi difícil para ele ficar de fora. Todo o jogador fica ansioso quando não pode atuar, com o técnico é igual. Ele falou com a gente e só agradeceu. Estamos de parabéns pela vitória. Temos só mais esta competição e vamos fazer de tudo para continuar nela.”

O camisa 7 e Zé Roberto, suspenso do jogo pelo terceiro cartão amarelo, então, tomaram a palavra. Exaltaram a superação do grupo – atuou com um a menos desde os sete minutos do segundo tempo. Pediram o mesmo empenho no próximo dia 16, em Bogotá, na partida que decidirá quem passa das oitavas.

“Eles sempre conversam com todos. São experientes, exemplos. Falaram que, se a gente mantiver o que fizemos hoje, temos grandes chances de passar,” contou Guilherme Biteco. A conversa ainda absolveu Cris, expulso pela segunda vez na Libertadores – repetiu o erro da partida contra o Fluminense.

O Grêmio treina na tarde desta quinta-feira, dia 02. Repete na sexta e está de folga no final de semana. Ainda não está definido quando viaja a Bogotá.

Dunga culpa escolhas e gramado por empate em Recife

Dunga já previa que o gramado do Arruda seria um complicador a mais. O Inter teve dificuldades com o piso escorregadio. Para o técnico, faltaram uma adaptação mais rápida ao campo do Santa Cruz e optar pela jogada mais correta, na noite desta quarta-feira, no empate em 0 a 0, pelo jogo de ida da segunda fase Copa do Brasil.

“Nossa ideia era conseguir um resultado positivo. Demoramos a nos adaptar ao campo. Ele estava muito escorregadio e a gente não tinha sequência. Isso retardava a jogada.”

O treinador comentou sobre as dificuldades em criar jogadas. De acordo com Dunga, o Inter abusou em construir os lances pelo meio, não utilizando tanto Gabriel e Fabrício. Para piorar, o time sofreu com os passes errados.

“Nós forçamos pelo meio. A gente não escolhia a jogada certa, não invertia o jogo. O passe não saiu da forma correta. Foi um resultado justo.”

Com o resultado, será necessário ocorrer a segunda partida. Ela está marcada para o dia 15 de maio, às 22 horas, no Centenário,em Caxias. Quem vencer segue na competição. Empate a partir do 1 a 1 classifica o Santa Cruz. Igualdade em 0 a 0 leva a decisão aos pênaltis.

Informações de globoesporte.com

FOTO: reprodução / globoesporte.com    

Compartilhar

Comissário da NBA diz que Jason Collins assumiu importante liderança

Avançar »

Presidente do Golden Fighters anuncia card da quinta edição do evento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*