• Visualizações 662

Internacional vence primeiro Gre-Nal de 2013

Clássico 395 acabou vencido pelo time apontado com maiores chances antes da partida. Responsabilidade colorada no Gre-Nal era inegavelmente maior, pela opção gremista de poupar titulares.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A equipe titular do Inter bateu a reserva do Grêmio por 2 a 1, em Erechim, no primeiro Gre-Nal do ano. O começo teve forte pressão colorada sobre os suplentes gremistas. O lado esquerdo do ataque do Inter encontrava espaços em cima de Tony. Por ali, Fabrício, Dátolo e Forlán se aproximavam para as tabelas e levavam vantagem sobre a marcação. Aos 9 minutos, Fabrício arrancou a dribles e bateu cruzado para a área, onde encontrou Damião sozinho. O camisa 9 desperdiçou a chance, cabeceando à esquerda do gol.

A reação tricolor durou pouco mais de 15 minutos. Após a pressão inicial do Inter, o Grêmio conseguiu sair para o jogo e ameaçou, especialmente, na bola parada e em chutes de fora da área. Léo Gago, em um chute forte e venenoso da intermediária, obrigou Muriel a fazer grande defesa na melhor chance gremista.

Dos 30 minutos até o fim da primeira etapa, o Inter retomou o controle do jogo. A bola aérea foi a receita encontrada para ameaçar o gol de Busatto, com cruzamentos que encontravam uma defesa gremista atrapalhada na marcação.

Foi por baixo, porém, que surgiu o gol de abertura do placar. Aos 40 minutos, D’Alessandro fez grande jogada pelo meio e abriu para Forlán, do lado direito da área. O uruguaio limpou a marcação e bateu de pé esquerdo, cruzado, contando com a falha de Busatto para fazer 1 a 0.

O Inter seguiu melhor no início da segunda etapa. Damião marcou gol que acabou anulado por falta em cima de Fernando, com pouco mais de um minuto de partida. O centroavante, porém, acabou por ampliar o marcador instantes após o lance polêmico.

Uma boa troca de passes do Inter, levou a bola a Fabrício do lado esquerdo. Ele bateu cruzado e forte. Busatto espalmou e Damião apanhou o rebote para empurrar para as redes.

Apenas três minutos depois, o Grêmio diminuiu o marcador. Fernando bateu falta da esquerda em direção ao gol. Muriel falhou e a bola entrou direto, sem qualquer desvio. Inter 2 a 1.

A partir daí, o Grêmio tomou o controle da partida. Não tinha qualidade para fazer jogadas trabalhadas, mas arriscava principalmente em chutes fortes de fora da área. Não era uma pressão avassaladora, mas suficiente para construir algumas oportunidades de empatar. O Inter, porém, conseguiu segurar o resultado e garantir a vitória no clássico.

Ficha Técnica:

Internacional (2)
Muriel; Gabriel, Moledo, Ronaldo Alves e Fabrício; Willians, Fred, Dátolo (Josimar, 31 do 2ºt) e D’Alessandro; Forlán (Vitor Júnior, 41 do 2ºt) e Damião (34, do 2ºt).
Técnico: Dunga

Grêmio (1)
Busatto; Tony, Bressan, Werley e Alex Telles; Fernando, Léo Gago, Misael (Yuri Mamute, 37 do 2ºt), Jean Deretti (Rondinelly, aos 27 do 2ºt); Leandro e Willian José.
Técnico: Roger Machado

Informações de Zero Hora

FOTO: reprodução / zero hora

Compartilhar

“Skate vertical segue em alta no Brasil”, diz Mineirinho

Avançar »

Brasil perde para Inglaterra na reestreia de Felipão como técnico da seleção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*