• Visualizações 629

Funcionários da reforma do Beira-Rio param e se reúnem com a AG

Paralisação de alguns trabalhadores começou nesta quarta-feira. A Brigada Militar foi chamada para intermediar, já que havia um temor que os funcionários depredassem os alojamentos.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Funcionários que trabalham nas obras do Beira-Rio pararam nesta quarta-feira, dia 09, reivindicando melhores salários. Segundo a Andrade Gutierrez, o problema é apenas com alguns dos trabalhadores e as obras não estão totalmente paralisadas. AG e representantes dos trabalhadores estão reunidos com a mediação da Brigada Militar desde as 14horas desta quarta-feira.

Brigada Militar intermedia negociações

A Andrade Gutierrez foi até o alojamento dos trabalhadores, próximo ao Beira-Rio, para negociar. A Brigada Militar foi chamada para intermediar, já que havia um temor que os funcionários depredassem os alojamentos. Neste momento, acontece uma reunião entre representantes da AG, dos funcionários da obra e da BM. Cerca de dez policiais estão do lado de fora e aguardam o desfecho da negociação.

Trabalhadores reivindicam por melhores condições de trabalho

O carpinteiro Edson dos Santos veio de Sergipe para trabalhar nas obras do estádio do Inter. No entanto, a proposta feita pela empresa Andrade Gutierrez não está de acordo com o prometido aos funcionários. Segundo Edson, a carga horária ultrapassa 8 horas e o tempo extras não é pago. Além disso, os funcionários que encerram o expediente às 19h não recebem janta, atitude reclamada pelos peões.

— No total, não conseguimos tirar R$ 1,3 mil. Antes de chegar aqui, a empresa nos propôs R$ 2,2 mil com horas extras.

O Secretário Geral do STICC  – Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de Porto Alegre, Gelson Santana, apoia a paralisação e lamenta o descaso das grandes empresas em relação aos trabalhadores da área.

—  É um desrespeito o que fazem. Os trabalhadores correm de outros estados para garantir sustento de suas famílias e são enganados. Precisam de qualidade de trabalho, coisa que não está ocorrendo no Beira-Rio — afirma.

Futebol: Reforço para o ataque

Com a intenção de contar imediatamente com o centroavante Gilberto (que estava emprestado ao Sport até maio), o Inter aceitou ceder o meia-atacante Marcos Aurélio ao clube pernambucano. A confirmação ocorreu através do site oficial do Sport. Gilberto já deixou Recife, retornou a Porto Alegre e deve se apresentar amanhã em Gramado.

A saída de Marcos Aurélio, que fez uma temporada ruim em 2012, é a sétima do elenco de Dorival Júnior/Fernandão. As demais saídas: Renan, Edson Ratinho, Nei, Bolívar, Dagoberto e Guiñazu.

Informações de Zero Hora

FOTO: André Baibich / Agência RBS

Compartilhar

Elenco anilado realiza coletivo antes de iniciar concentração

Avançar »

IFFHS: Barça é o melhor time de 2012, Corinthians é o quinto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*