• Visualizações 453

Na estreia do Mundial, Hiroshima vence Auckland City

Sanfrecce Hiroshima e o Al-Ahly do Egito, disputam vaga para a semifinal com o Corinthians, domingo às 8h30min horário de Brasília.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

No primeiro jogo em que a Fifa usou a tecnologia de chip na bola para validação de gols por sensores instalados nas duas traves, o Sanfrecce Hiroshima, do Japão, levou a melhor sobre o Auckland City, da Nova Zelândia, na manhã desta quinta-feira, dia 06, na abertura do Mundial de Clubes da FIFA – Federação Internacional de Futebol, no Estádio Internacional de Yokohama.

A equipe do país anfitrião ganhou por 1 a 0, gol de Aoyama, e se classificou para enfrentar o Al Ahly, do Egito, nas quartas de final, no domingo, dia 09, às 8h30min horário de Brasília, no Estádio de Toyota. O vencedor do confronto enfrenta o Corinthians na semifinal, na próxima quarta-feira, dia 12, no mesmo horário e local.

A partida também marcou a estreia da “Cafusa”, bola criada para a Copa das Confederações 2013. Lançada em São Paulo no último sábado no sorteio da competição de seleções, seu nome representa a união das palavras carnaval, futebol e samba. Na outra chave do Mundial, o Ulsan, da Coréia do Sul, vai jogar contra o Monterrey, do México, domingo, às 5 horas. O vencedor do confronto encara o Chelsea, dia 13, na próxima quinta-feira, às 8h30min na outra semifinal.

Melhor tecnicamente, o time japonês dominou o primeiro tempo e teve boas chances de gol. A mais perigosa foi com o habilidoso Koji, que era o encarregado por armar as jogadas. Aos 20, o camisa 7 aproveitou um rebote da zaga e chutou forte, mas Willians fez bela defesa. A superioridade japonesa permaneceu na etapa final. Logo aos seis minutos, Yojiro assustou o goleiro Willian mais uma vez, acertando uma bomba na trave. De tanto pressionar, o Sanfrecce Hiroshima conseguiu marcar aos 21. Aoyama arriscou de longe e encobriu o goleiro, contando com certa colaboração do camisa um.

Informações de globoesporte.com

FOTO: Reuters / globoesporte.com

Compartilhar

Segundo a Fifa, uso da tecnologia no gol é uma “revolução”

Avançar »

Nóia anuncia mais um reforço: Roberto Lopes, ex-CRB de Alagoas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*