• Visualizações 728

Libertadores pode ser trunfo para Corinthians terminar com tabu de derrotas de equipes estreantes

Há 13 anos equipes brasileiras que disputam sua primeira decisão de Libertadores não consegue vencer e se sagrar campeã do torneio.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O Corinthians terá mais um tabu para quebrar nesta quarta-feira, dia 04, caso queira conquistar o inédito título da Copa Libertadores da América no estádio Pacaembu.

Há 13 anos equipes brasileiras que disputam sua primeira decisão de Libertadores não consegue vencer e se sagrar campeã do torneio. Desde 1998, quando o Vasco da Gama alcançou sua primeira final de Copa Libertadores da América e superou o Barcelona-EQU, que um time brasileiro não vence uma primeira decisão atingida na competição continental.

O São Caetano, por exemplo, que em 2002 surpreendeu o mundo ao alcançar a decisão da Libertadores, a primeira e única da história do clube, foi derrotado pelo Olimpia, após vitória em solo paraguaio, derrota no Brasil e posterior queda nos pênaltis.

O fato se repetiu com o Atlético-PR, que fez final brasileira contra o São Paulo em 2005 e sucumbiu com goleada no Morumbi, assim como ocorreu com o Fluminense, derrotado nos pênaltis pela LDU três anos depois os dois clubes só alcançaram essas decisões.

Os times brasileiros que alcançam a final da Libertadores pela primeira vez não costumam levar sorte. Além dos três já citados, outros três foram derrotados: Palmeiras (1961), São Paulo (1974) e Internacional (1980), clubes que conseguiram, posteriormente, conquistar o torneio.

Outros cinco times do Brasil conseguiram a glória máxima ao erguer a taça já na primeira final disputada. Isso aconteceu com Santos (1962), Cruzeiro (1976), Flamengo (1981), Grêmio (1983) e Vasco (1998). O Corinthians tem a chance de repetir o feito nesta quarta-feira, 04, às 21h50min (de Brasília), desde que derrote o Boca Juniors.

Informações de Terra

FOTO: Santiago Pandolfi / Reuters

Compartilhar

Nóia anuncia atacante Wesley para reforçar a equipe na Copa Hélio Dourado

Avançar »

Zagueiro Breno é considerado culpado por incêndio e pega três anos e nove meses de detenção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*