• Visualizações 530

Mesmo que faça empréstimo para Andrade Gutierrez, Banrisul não vai avalizar financiamento sozinho

Presidente da instituição gaúcha, Túlio Zamin, afirma que construtora já foi orientada a buscar outros agentes financeiros para avalizar a operação junto ao BNDES. 

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O Banrisul não vai avalizar sozinho o empréstimo à Andrade Gutierrez para a reforma do Beira-Rio – se a construtora apresentar todas as garantias exigidas para o financiamento junto ao BNDES, necessário para a retomada das obras.

Leia Mais

Presidente do Inter considera “injusto” responsabilizar Banrisul pelas obras no Beira-Rio

Túlio Zamin, presidente do banco, afirma que esta é uma operação que deverá ser consorciada com outros bancos, levando em conta o volume expressivo de recursos (mais de R$ 200 milhões). “É uma pré-condição nossa”, explicou na manhã desta terça-feira, dia 28.

Conforme Zamin, a construtora já foi orientada a buscar outros agentes financeiros para avalizar a operação junto ao BNDES. “O banco já informou à construtora que não fará a totalidade do financiamento há bastante tempo”, esclareceu. “Temos uma política de risco de não fazer uma concentração tão grande em cima apenas de um tomador.”

A construtora poderia ter procurado qualquer banco, declarou o presidente do banco gaúcho. “Aliás essa empresa [Andrade Gutierrez] não tem seu centro administrativo financeiro aqui no Estado. Tem um relacionamento comercial muito baixo com o Banrisul, então a lógica seria inclusive que ela procurasse seus principais parceiros financeiros.”

Informações de Zero Hora

FOTO: reprodução / Internacional

Compartilhar

Taça Piratini: Caxias e Novo Hamburgo se enfrentam pela vitória no primeiro turno nesta quarta

Avançar »

Gauchão 2012: Com dois desfalques, Novo Hamburgo se prepara para enfrentar o Caxias

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*