Juventude vence o Anilado no frio de Caxias

Com cara de Gauchão e com os termômetros marcando 2°C, o Juventude venceu o Novo Hamburgo por 2 a 1. Amistoso foi o último jogo do Anilado antes da estréia na Copa Laci Ughini.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O Novo Hamburgo subiu a serra gaúcha para enfrentar o Juventude no seu último amistoso antes da estréia na Copa Laci Ughini. Na próxima segunda-feira, 08, o anilado estréia contra o Internacional, no estádio Beira-Rio.

Os termômetros marcavam 2°C, então os jogadores trataram de esquentar o clima. Com cara de Gauchão, a partida entre Juventude e Novo Hamburgo foi muito pegada, com as duas equipes marcando forte e às vezes exagerando na força.

No primeiro tempo, o Novo Hamburgo criou algumas oportunidades, mas não aproveitou as chances para finalizar. As principais jogadas do anilado foram pela direita com Jairo, que conseguiu manter um entrosamento do meio com o ataque.

Na segunda etapa, as duas equipes modificaram seus jogares, com o objetivo de movimentar todo o grupo. Com as mudanças, a equipe de Itamar Schulle não conseguiu manter o ritmo e viu o Juventude abrir o placar com Hiago, em uma cobrança de falta.

Melhor no jogo, o Juventude ampliou com Morais e dificultou a reação anilada. Mas o Novo Hamburgo não desistiu e descontou com o zagueiro Luis Henrique, que marcou de cabeça em sua reestréia. O anilado ainda teve uma chance clara de empatar com Paulinho Macaíba, mas o chute do meia subiu e por cima do travessão.

No fim do jogo o meia Cristiano Leite ressaltou que a equipe está evoluindo, mesmo com a derrota por 2 a 1.

“Estamos evoluindo desde o primeiro amistoso. Isso é resultado de treinos fortes que estamos fazendo. No entanto, temos que melhorar ainda mais”, analisou Leite.

O técnico Itamar Schulle avaliou que a partida foi um teste muito bom, onde ele pode observar vários jogadores.

“Fizemos um bom primeiro tempo. Tivemos posse de bola, finalização e marcamos bem. No segundo tempo fizemos várias trocas para dar oportunidades para alguns atletas e acabamos tomando dois gols. Foi um bom teste”, revelou Schulle.

Ficha do Jogo:

Juventude (2): Follmann (Anderson); Senna (Luiz Felipe), Marlon (Rafael Nitsche), Leandro (Vagner) e Bruno Testa (Vinicius); Ricardo Filho (Deoclécio), João Victor (Michael), Juninho Botelho (Hiago) (Diego Flores) e Paulo Josué (Diego Xanxerê); Alex Sandro(Morais) e Telê (Michel). Téc: Carlos Moraes

Novo Hamburgo (1): Eduardo Martini (Aranha); Jairo (Thiago), Chicão, Luis Henrique e Alisson; Zaquel, Eduardinho (Filipinho; Cleberson Marques), Cristiano Leite (Diego Siqueira) e Paulinho Macaíba; Wander (Alan Santana) e Juninho (Robson). Téc: Itamar Schulle

Arbitragem: Paulo Magalhães, auxiliado por Airton da Rosa e Adão Almeida

FOTO: Elenise Martins/ ECNH

Compartilhar

Treinador de goleiros pode ser titular do Bragantino

Avançar »

Santos pode contratar Pelé para o Mundial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*