• Visualizações 1199

Liga dos Campeões: Inter vence e elimina o Chelsea

Em pleno Stamford Bridge, na Inglaterra, time de Samuel Eto’o se classifica para as quartas de final da maior competição do continente europeu.

Da Redação redacao@novohamburgo.org

O Inter de Milão eliminou nesta terça-feira, 16, a equipe do Chelsea da Liga dos Campeões da Europa.

Jogando no estádio Stamford Bridge, na Inglaterra, a equipe italiana venceu a inglesa por 1 a 0 com um gol de Samuel Eto’o.

Leia Mais

Liga dos Campeões: Milan e Real Madrid eliminados

O próximo adversário dos italianos será conhecido em sorteio, a ser realizado nesta sexta-feira, 19.

O Jogo

O Chelsea precisava apenas de uma vitória simples para se classificar para as quartas de final da liga, sendo assim o técnico Carlo Ancelotti escalou todas as suas estrelas disponíveis para o confronto. Deco fortemente gripado foi o único desfalque, mas os meias Ballack e Lampard, os atacantes Drogba e Anelka e o extraconjugal zagueiro Terry estavam em campo.

Pelo lado do Inter o técnico José Mourinho, que já trabalhou no Chelsea, contava com os brasileiros Julio César, Maicon, Lúcio e Thiago Motta e jogava somente pelo empate.

Logo no início do jogo o zagueiro brasileiro Lúcio se desentendeu com o atacante Drogba, após o brasileiro acertar o rosto do atacante com o pé. Por pouco os jogadores não saíram no tapa, mas o árbitro alemão Wolfgang Stark contornou a situação e nem precisou apresentar cartão para os jogadores.

O Chelsea, que precisava de um gol, buscava mais o ataque e quase abriu o placar em duas oportunidades. Primeiro com Ballack que arriscou de longe e segundo com o atacante Anelka que obrigou o goleiro Julio César a fazer grande defesa.

O Inter só assustou quando Maicon cruzou para Eto’o, que mesmo livre de marcação pegou mal na bola deixando o goleiro Turndull tranqüilo.

SEGUNDO TEMPO – Na volta do intervalo o técnico Carlo Ancelotti adiantou a marcação de sua equipe passando a pressionar com mais força a equipe italiana que com uma defesa muito bem postada não deixava os ingleses chegar com perigo ao gol de Julio César.

Drogba, em duas cobranças de falta, foi quem mais assustou nos 10 primeiros minutos da etapa final. Aos poucos, os visitantes mostraram que não iam só se defender. Pandev teve grande chance aos 13, depois de arrancar e sair livre na área do Chelsea, mas demorou a chutar e acabou travado pela defesa inglesa.

Aos 20, foi a vez de Milito perder grande chance. O argentino ficou em boa condição de concluir na área do Chelsea e bateu na saída de Turnbull, mas a bola foi para fora.

O técnico Carlo Ancelotti abriu ainda mais seu time. Primeiro, sacou Ballack para lançar Joe Cole, jogando mais adiantado. Depois, pôs o atacante Kalou na vaga do lateral-esquerdo Zhirkov. José Mourinho respondeu tirando o atacante Pandev para lançar o meia Stankovic.

Aos 34, o Inter de Milão fez o gol da classificação. Sneijder deu lindo passe para Eto’o e o camaronês entrou livre. Com estilo, o camisa 9 bateu rasteiro e correu para o abraço.

O Chelsea ainda tentou reagir, mas a defesa do Inter de Milão, toda ela com grande atuação, não deu bobeira. Aos 41, Drogba ainda agrediu Thiago Motta dentro da área e foi expulso. Foi o capítulo final do confronto.

Ficha do Jogo:

Chelsea (0): Turnbull, Ivanovic, Alex, Terry e Zhirkov (Kalou); Obi Mikel, Ballack (Joe Cole) e Lampard; Anelka, Malouda e Drogba. Técnico: Carlo Ancelotti.

Inter (1): Julio César, Maicon, Lúcio, Samuel e Zanetti; Cambiasso, Thiago Motta (Materazzi) e Sneijder (Mariga); Pandev (Stankovic), Eto’o e Milito. Técnico: José Mourinho.

Gol: Eto’o, aos 34 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Malouda, Alex, Terry, Drogba (CHE), Eto’o, Lúcio, Julio César e Thiago Motta (INT). Cartão vermelho: Drogba (CHE).

Estádio: Stamford Bridge, Londres (ING). Data: 16/03/2010. Árbitro: Wolfgang Stark (ALE). Auxiliares: Jan-Hendrik Salver (ALE) e Mike Pickel (ALE).

Com informações do GloboEsporte.com

FOTO: reprodução / Agência AFP

Compartilhar

Gauchão 2010: Inter empata na Serra Gaúcha

Avançar »

Copa do Brasil: Grêmio vence Votorary, condições do gramado, mas terá que jogar em Porto Alegre

Um comentário

  1. Armando sabonete
    17 de março de 2010

    Eu acho que inter teve as melhores oportunidade e quando o tempo ia passando se notava que minuto a minuto o inter crescia no e com um pouco de sorte viu-se o que se viu , um golo que foi bem marcado que acabou garantindo a passagem aos quarto-de-final da liga milionaria. Armando sabonete, Manica chinhambudzi

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*