• Visualizações 1848

Inter vence Gre-Nal de Erechim e Anilado perde em Caxias

Colorado vence tricolor em Erechim por 1 a 0, com gol do atacante Alecsandro e Anilado é batido por 2 a 0 em Caxias pelo time Grená com atuação de gala do meia Marcelo Costa.

Da Redação redacao@novohamburgo.org

GreNal

Jogando em Erechim, pela 5° rodada do Campeonato Gaúcho de 2010, Inter e Grêmio entraram em campo disposto a não voltar para Porto Alegre com um resultado negativo na bagagem.

Fossati e Silas, técnicos do Inter e do Grêmio, respectivamente, escalaram suas equipes no esquema 3-5-2. O Inter com o time já esperado pela maioria dos torcedores, com Taison no ataque e Andrezinho no banco de reservas, já o Grêmio com uma surpresa de última hora, Hugo ficou no banco de reservas e Joílson entrou na ala direita.

Depois de um primeiro tempo de 0 a 0, mas com muitas chances de ambos os lados, as duas equipes foram para o intervalo com o dever de retornar e não deixar que o 0 a 0 permanecesse até o fim. Até o Gre-Nal nenhum jogo deste Gauchão 2010 terminou com o placar de 0 a 0.

Na etapa final os dois técnicos vieram disposto a vencer o jogo, Silas logo aos 15min retirou o goleador tricolor, Jonas e colocou Hugo no gramado. O técnico Jorge Fossati mexeu logo em seguida e aos 19min promoveu Edu no lugar de Taison. Com as saídas de Jonas (Grêmio) e Taison (Inter) o jogo ficou mais lento em relação ao primeiro tempo. Aos 24min, o lateral Bruno Silva estreou no colorado ao entrar no lugar de Nei. Mas a mudança do jogo, ocorreu aos 32min, quando Giuliano deixou o campo para a entrada de Andrezinho, pois o meia foi o responsável pelo lançamento no gol do colorado.

Aos 34min, o Inter marcou o gol da vitória. Andrezinho lançou Edu, que de nuca, ajeitou a bola para Alecsandro, que de perna direita estufou as redes de Victor e deu a vitória para a torcida colorada. Foi o 30º gol do atacante com a camisa colorada.

No momento do gol do Inter o Grêmio estava com um jogador a menos, pois Souza estava sendo atendido fora de campo e o médico Felipe do Canto avisou o comandante gremista que o meia gremista não poderia retornar a partida, mas Silas não entendeu o recado, trocou Adilson por Maílson e manteve o tricolor com um jogador a menos.

Depois de sofrer o gol, o Grêmio buscou o empate, mas o time do técnico Jorge Fossati soube se defender bem e somente aos 48min, em uma sobra, que Mailson chutou forte no travessão! Após o chute, o arbitro Leandro Vuaden terminou o clássico 379.

É a primeira derrota do Grêmio no Gauchão 2010, mas é o 5° jogo que o tricolor sai perdendo, nas outras vezes, virou 3 jogos e empatou 1. O Inter não perde um clássico no Gauchão desde 2001. Já são 12 partidas no total.

Após o jogo algumas frases explicaram o confronto.

– O jogo foi igual e o Inter foi mais feliz. Precisamos tirar lições deste clássico, analisou o goleiro tricolor Victor.

– Agradeço ao Fossati por ter acreditado em mim, tenho certeza que esse gol vai dar tranqüilidade para que eu possa trabalhar e melhorar a cada dia, frisou Alecsandro, que estava sendo contestado pela torcida colorada .

Ficha técnica:

Inter: Lauro; Bolívar, Índio e Fabiano Eller; Nei (Bruno Silva), Guiñazu, Sandro, Giuliano (Andrezinho) e Kleber; Taison (Edu) e Alecsandro. Técnico: Jorge Fossati.

Grêmio: Victor; Maurício, Rafael Marques e Mário Fernandes; Joílson, Ferdinando, Adilson (Maylson), Souza e Lúcio; Jonas (Hugo) e Borges. Técnico: Silas.

Gol: Alecsandro, aos 34 do segundo tempo.

Cartões amarelos: Nei, Sandro e guiñazu (Inter).

Estádio: Colosso da Logoa, Erechim/RS. Data: 31/01/2010. Árbitro: Leandro Vuaden (Fifa/RS). Auxiliares: Altemir Hausmann e Marcelo Oliveira.

Caxias 2X0 Novo Hamburgo

O Esporte Clube Novo Hamburgo foi à Caxias do Sul e saiu derrotado do confronto contra o Caxias. Com uma atuação de gala do meio campo Marcelo Costa para o Caxias, o time Grená fez 2 a 0, sem sofrer resistência alguma da equipe Anilada.

O Novo Hamburgo voltou a sentir a ausência de sua maior estrela, Rodrigo Mendes com uma lesão na região anterior da coxa esquerda, desfalcou o anilado pela segunda vez consecutiva. Casualmente ou não, o Noia foi derrotado sem a presença do meia.

Jogando no estádio Centenário, sob um calor intenso, Caxias e Novo Hamburgo entraram em campo buscando a vitória, mas com objetivos diferentes. O time da serra precisava vencer para não deixar as outras equipes de sua chave disparar, já o time do vale buscava a vitória para praticamente garantir vaga nas Quartas de Final do Gauchão 2010.

Aos 18 min a sorte literalmente brilhou para o Caxias, o meio campo Itaqui cobrou falta de longe, a bola desviou em Kempes, que estava na barreira, e enganou Nicolas.

Após o gol sofrido, o time do técnico Leandro Machado, se abateu dentro de campo e não conseguiu desempenhar o mesmo rendimento que vinha desempenhando nos últimos jogos da competição.

Foi nesse momento que o meio campo Marcelo Costa assumiu o comando da partida e ditou o ritmo a ser jogado. Todos os ataques do time Grená passavam por ele e a defesa Anilada não conseguia conter a movimentação do meia, que alimentava com qualidade o ataque do time da serra.

Já na segunda etapa o trabalho do meia foi recompensado. Aos 32 minutos, o Caxias armou um contra-ataque veloz. Everton escapou pela direita, levantou a cabeça e viu Marcelo Costa entrando sozinho pelo lado esquerdo da defesa Anilada. Após receber o passe de Everton, o camisa 10 Grená, dominou a bola e por cobertura fez um golaço, o segundo gol do Caxias.

No final do jogo o Novo Hamburgo teve chance de descontar, mas o centroavante Gustavo Papa chegou atrasado em um chute cruzado do atacante Kempes.

Agora o Anilado recebe o Inter na próxima quarta-feira, 03, no Estádio do Vale e o Caxias disputa o clássico Ca-Ju no Estádio Alfredo Jaconi, na quinta, 04.

Ficha técnica:

Caxias: Fernando Wellington; Alexandre Bindé, Anderson Bill, Neto e Ismael (Mika); Marcos Rogério, Itaqui, Marcelo Costa e Edenílson; Cristian Borja (Mauro) e Everton (Lê). Técnico: Julinho Camargo

Novo Hamburgo: Nicolas; Wilton Goiano, Edson Borges, Everaldo e Paulinho; Márcio Hahn (Everton Ávila), Preto, Chicão (Gustavo Papa) e Edimar (Maiquel); Emerson e Kempes. Técnico: Leandro Machado

Gols: Itaqui, aos 18min, no 1º tempo; Marcelo, aos 32, no 2º
Arbitragem: Leonardo Gaciba, auxiliado por Alexandre Heiniche e Edemar Palmeira
Expulsão: Wilton Goiano
Público total: 2.883 pessoas
Renda: R$ 26.125
Local: Estádio Francisco Stedile (Centenário)

Confira abaixo os todos os resultados da 5° rodada do Gauchão 2010.

Sábado (30/01)

Universidade 3×2 Avenida

Domingo (31/01)

Veranópolis 1×0 Juventude

Caxias 2×0 Novo Hamburgo

Pelotas 5×0 Esportivo

Santa Cruz 4×1 Inter de Santa Maria

São José – Poa 2×0 Ypiranga

São Luiz 5×0 Porto Alegre

Internacional 1×0 Grêmio

FOTO: reprodução / sercaxias.com.br / internacional.com.br

Compartilhar

Novo Hamburgo enfrenta o Caxias na serra gaúcha sem Rodrigo Mendes

Avançar »

Novo Hamburgo tem novo treinador

2 comentários

  1. Frank
    1 de fevereiro de 2010

    Que textinho medonho esse hein! Vou comprar um dicionário e uma gramática para vocês. Erros de português tem de montão. Se liguem, se for para colocar um texto assim, é melhor nem postar nada!

    Responder
  2. Frank
    2 de fevereiro de 2010

    Além de não liberarem o meu comentário, não corrigiram os erros de português. Já era de se esperar. Para que ter um espaço de comentários, se o leitor não é tratado como deve ser. Bem meia boca esse blog, porque site ou portal, vocês estão bem longe de ser!

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*