Brasil sediará primeira Olimpíada da história na América do Sul em 2016

Rio de Janeiro venceu Madri com o dobro de votos na rodada final no dia em que Luiz Inácio Lula da Silva superou Barack Obama e receberá melhores atletas do mundo daqui a sete anos.

Felipe de Oliveira felipe@novohamburgo.org

Sediar os jogos de 2004 era apenas um sonho. A candidatura foi para ganhar experiência. Nova disputa para 2012. Dessa vez com mais esperança. Ainda não era a hora. Depois de duas tentativas frustradas, o Rio de Janeiro será sede das Olimpíadas de 2016, a primeira da história dos jogos na América do Sul.

Foi mais fácil do que se esperava. Sexta-feira, 02 de outubro de 2009. O dia em que Luiz Inácio Lula da Silva venceu Barack Obama. Um cabo eleitoral do Rio de Janeiro, outro de Chicago (Estados Unidos). Resultado: a cidade norte-americana, favorita ao lado da capital fluminense, foi eliminada na primeira rodada. “A candidatura do Rio não é do Brasil, é da América do Sul”, dizia Lula. Tóquio (Japão) foi a segunda a sair da disputa. Sobraram Rio de Janeiro e Madrid (Espanha) na final. A apresentação dos espanhóis surpreendeu os membros do Comitê Olímpico Internacional – COI, responsáveis pela decisão em Copenhague, na Dinamarca. Não o bastante para vencer os brasileiros.

VITÓRIA HISTÓRICA

Ser a sede das primeiras Olimpíadas e Paraolímpiadas da história da América do Sul já seria histórico. Imagine então vencer uma cidade da Europa com o dobro dos votos. Na rodada final, o Rio de Janeiro superou Madrid por 66 votos a 32. Isso mesmo! Mais do que o dobro. Chicago foi eliminada com apenas 18 votos logo na primeira fase. Madri liderou com 28, o Rio fez 26 e Tóquio, 22. Na segunda, o Rio já apareceu bem à frente, com 46, contra 29 dos espanhóis e 20 dos japoneses, eliminados. O resultado final saiu por volta das 13h50min.

EMOÇÃO

lula_peleSó mesmo quem estava presente à eleição em Copenhague poderia descrever o sentimento que tomou conta da equipe brasileira. Quem estava no Brasil, no entanto, podia ver pelas emissoras de televisão a emoção de duas figuras que representam bem a vitória do Rio de Janeiro: Lula e Pelé. Perseverança e talento. Foi a impressão que teve a equipe do Portal novohamburgo.org que acompanhava o evento.

Abraçados (foto), os dois choravam felizes com o anúncio que ouviram fazer o presidente do COI, Jacques Rogge. “Se eu morresse agora já teria valido a pena viver. O Brasil provou ao mundo que conquistamos a cidadania absoluta.”, comemora o Presidente da República. “Para mim é só alegria e agora eu mereço descansar, porque foi bem difícil.” Pelé também desbafou. Tricampeão mundial com a Seleção Brasileira, o maior jogador de futebol da história admitiu que sediar uma Olimpíada é mais importante do que ganhar a Copa do Mundo e brincou dizendo que quer jogar os jogos de 2016. “Para quem está há um ano e meio fazendo aquele trabalho pelo mundo que nós fizemos, acho que Deus presenteou a gente.” Ainda faltam praticamente sete anos para o inicío dos jogos. Nada de mais para quem esperou tanto até ser escolhido como sede…

MANIFESTE SUA OPINIÃO! DEIXE SEU COMENTÁRIO E VOTE NA ENQUETE:

[poll “6”]

Com informações do Terra

FOTO: Reuters

Compartilhar

Dupla Gre-Nal tem tarefa quase impossível para atingir metas no Campeonato Brasileiro

Avançar »

Preparação para a Copa de 2014 também servirá para as Olimpíadas, diz Lula

3 comentários

  1. CICERO ANTONIO DIAS DA SILVA
    2 de outubro de 2009

    PARABENS POR ESSE LINDO ATO DE CORAGEM POR PARTE DOS ORGANIZADORES!!E POR PARTE
    DO NOSSO PRECIDENTE DE NOSSA NAÇÃO.
    O POVO BRASILEIRO MERECE!!!COM CERTEZA
    NOSSO PAIS ESTA MUITO ORGULHOSO TANTO
    POR 2014 E POR 2016 É DESSA FORMA QUE CHEGAREMOS AO PRIMEIRO MUNDO!!

    SOU FILHO DESSA NAÇÃO!!!
    SOU PARTE DE PAIS LINDO MARAVILHOSO

    BRASIL
    CICERO

    Responder
  2. 17 de janeiro de 2013

    O Brasil vai ser a sede das olimpíadas 2016 não por conta Lula ou de PELÉ,essa é uma mentalidade paternalista e puramente bajulativa.O Brasil foi escolhido pelo COI,(COMITÊ OLÍMPICO INTERNACIONAL) que poderia ter acontecido com qualquer outro governo sem ser o governo do PT,o que estava em julgamentp não era o prestígio do Sr. Luiz Inácio,e sim o prestígio de um país no mundo esportivo.No que se refere a COPA DE 2014,nao sejamos hipócritas,em condições normais o Brasil não teria a menor chance:vai sediar a COPA porque na ocasião o BRASIL candidato único.Nem venham com essa história de querer proclamar falsos heróis da PÁTRIA para fatos que não dependiam de heroismo nenhum.

    Responder
    • geovanna
      5 de julho de 2016

      É isso aí.

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*